A magia do cinema em 12 cidades do Distrito Federal e Entorno

A magia do cinema
A magia do cinema em 12 cidades do DF e Entorno

Até novembro, o projeto “Ver e Fazer Cinema” 2018 vai exibir filmes, realizar oficinas de produção de vídeo e debates em escolas do DF e do Entorno

A magia do cinema 

Depois de passar pelo CEM 01, do Riacho Fundo (DF), nesta semana, até sexta-feira (21/09), sempre das 18h às 19h, será a vez do Centro De Ensino Médio 01 (CEM 01), de São Sebastião (DF), receber o Projeto “Ver e Fazer Cinema”, com a exibição do filme “Uma História de Amor e Fúria”,  de Luiz Bolognesi (Censura Livre).

O projeto “Ver e Fazer Cinema”, realizará, em 12 localidades do DF e Entorno, até novembro, uma agenda de exibição qualificada de filmes nacionais durante a semana, palestras e oficinas de produção de vídeo. O projeto é uma realização do Instituto Latinoamerica para o Desenvolvimento da Educação, Arte, Ciência e Cultura e patrocínio do Ministério da Cultura. Tudo de graça e com Censura Livre.

De acordo com o coordenador do projeto e presidente do Instituto, Atanagildo Brandolt,  “a definição do acervo fílmico em exibição foi realizada por uma curadoria especializada, com ênfase no público alvo (alunos do ensino fundamental e médio, além de interessados da comunidade), e contemplou a diversidade da cultura nacional e temas de relevância histórica e social do país”, disse.

Brandolt também explica que  o projeto itinerante realiza as atividades em caminhão baú equipado com projeção em 4K, som Dolby digital 7.2, tela de exibição, ar condicionado, 80 cadeiras fixas, destinado às exibições itinerantes em espaços públicos.

Público alvo – O projeto destina-se a alunos da rede pública de ensino e população em geral, urbana e rural.  Atanagildo Brandolt estima que o projeto chegará a “1,2 mil alunos da rede publica (programação de filmes nas escolas), 24 alunos da rede publica (oficinas de vídeo) e 1,6 mil pessoas da comunidade (programação de filmes)”, pontuou o idealizador do Ver e Fazer Cinema.

As localidades atendidas –  O acervo selecionado será ofertado ao público de 12 localidades das seguintes regiões do DF (nove) e Entorno (três):  Riacho Fundo (DF), São Sebastião (DF), Recanto das Emas (DF), Ceilândia (DF), Cidade Estrutural (DF),Itapoã (DF), Paranoá (DF), Planaltina (DF), Varjão (DF), Santo Antônio do Descoberto (GO), Alexânia (GO) e Abadiânia (GO).

Oficinas de produção de vídeo -Serão realizadas também oficinas de produção de vídeo, em cidades pólos (Ceilândia, São Sebastião e Recanto das Emas),  preferencialmente, a alunos do ensino fundamental e médio de escolas publicas, com a seleção de até 24 participantes. Serão ofertadas aos alunos aulas teóricas e praticas sobre criação e roteiro, produção e edição. A finalização de cada uma das oficinas se dará com a produção de um vídeo de autoria e realização dos alunos.

Propõe-se ainda que a mostra amplie o espaço de diálogo e debate, fortalecendo a sua realização no ambiente escolar e comunitário, realizando palestras e discussão com os realizadores e personalidades do mundo audiovisual. As oficinas são ministradas por Ana Arruda Neiva e Alexandre Costa, produtores, curadores e programadores experientes da área de cinema, sendo responsáveis, dentre outros, pelo Curta Brasília – Festival Internacional de Curta-Metragem de Brasília.

Ver e fazer Cinema- É uma mostra de cinema itinerante, com acesso livre e gratuito, atingirá as comunidades do Distrito Federal e Entorno, sem possibilidades de acesso a bens culturais e, muito menos de cinema nacional.  A itinerância foi iniciada na região administrativa de São Sebastião com exibição de um curta e um longa metragem.

O projeto levará exibições a regiões administrativas do DF e cidades do entorno e contribuirá nas experimentações de criação e manipulação de informações e imagens nas oficinas de produção de vídeo. Também, se constitui em um instrumento de oferta de acesso gratuito ao conjunto da população, em especial ao corpo escolar, a produtos culturais de alto valor simbólico e cultural e, ainda, provendo ganho de referenciais positivos acerca da riqueza e diversidade da cultura de nosso país, visando a construção e solidificação da identidade nacional.

Instituto Latinoamerica- O Instituto Latinoamerica reúne, por sua larga trajetória e rico portfólio de realizações. Seu corpo técnico é formado por profissionais com larga experiência na produção e difusão audiovisual.A entidade possui como missão  a produção e difusão da Arte e da Cultura por meio da literatura e do audiovisual nas comunidades periféricas.

Calendário de exibições

Centro De Ensino Médio 01 (CEM 01), do Riacho Fundo (DF)- 13 e 14/09 – manhã e tarde

Centro De Ensino Médio 01 (CEM 01), de São Sebastião (DF) – 17 a 21/09 – das 18h às 19h

Centro De Ensino Médio 11(CEM 111), do Recanto das Emas(DF)- 24 a 28/09- manhã e tarde

Centro De Ensino Médio 03 (CEM 03), de Ceilândia (DF)- 01 a 05/10 – manhã e tarde

CED 01, da Estrutural (DF) – 08 a 11/10 – manhã e tarde- * Filmes e Palestra

Centro de Ensino Fundamental Zilda Arns, do Itapoã (DF) – 15 a 19/10 – manhã e tarde

CED do PAD/DF, do Paranoá – 22 a 26/10 – manhã e tarde – * Filmes e Palestra

CED 01, de Planaltina (DF) – 22/10 a 02/11- manhã e tarde

CEDLAN, Lago Norte, Varjão (DF) – 05/11 a 09/11 – manhã e tarde

Santo Antônio do Descoberto (GO), •colégio em definição – 12 a 16/11- manhã e tarde

Alexânia (GO),  •colégio em definição – 19 a 23/11- manhã e tarde

Abadiânia (GO), •colégio em definição – 26 a 30/11 – manhã e tarde

Lista de Filmes exibidos no projeto – Sofrendo variações de acordo com a escola, o projeto apresenta os seguintes longas: Uma História de Amor e Fúria (Drama/Fantasia), de

Luiz Bolognesi;  O Shaolin do Sertão (Comédia), de Halder Gomes e Geração Baré-Cola – Usuários de Rock (Documentário), de Patrick Grosner. De curtas, o projeto exibe: Deus (Comédia/Fantasia), de André Miranda;  Grafiti Dança (Animação), de Rodrigo EBA; A Navalha do Avô (Drama Familiar), de Pedro Jorge; Marina Não Vai À Praia (Ficção), de Cássio Pereira dos Santos; O Projeto do Meu Pai (Animação), de Rosária Moreira e Cine Holiúdi – O Astista Contra o Caba do Mal (Ficção / Comédia), de Halder Gomes.

Informações:

Projeto Ver e Fazer Cinema – Edição 2018

Instituto Latinoamerica para o Desenvolvimento da Educação, Arte, Ciência e Cultura – Fones (61) 3033-6815 e (61) 9 9965-2009 – email: institutolatinoamerica@gmail.com