Albergues: hospedagem ideal para fazer amigos

Os brasileiros são os turistas que mais fazem amigos quando viajam, segundo pesquisa; e os albergues, os meios de hospedagem que mais favorecem essa interação

Conhecer pessoas, fazer amigos e conviver, mesmo que temporariamente, com pessoas de diferentes países, culturas e religiões: essa é uma das principais vantagens de se hospedar em albergues ou hostels, como também são chamados.

“A interação social é uma das premissas dos albergues. E um dos critérios para se tornar um hostel é justamente a existência de espaços de convivência, além dos quartos compartilhados, para que as pessoas possam conversar e se conhecer”, disse Aurélio Araujo, diretor de comunicação da Hostelling International (HI) no Brasil.

 

A boa notícia é que o Brasil é o país mais propício para esta interação, especialmente durante as viagens.

 

 

As amizades, muitas vezes, garantem o sucesso do passeio. O estudante universitário Fernando Fonseca, de 23 anos, disse que recebeu dicas de amigos que conheceu durante as viagens sobre como economizar em restaurantes e a melhor forma de se locomover com segurança nas praias mais disputadas de Recife.

Além disso, segundo ele, “dividir o quarto é uma forma de treinar o respeito e a cidadania”, afirma. Os alberguistas em geral são jovens entre 22 e 36 anos e estão em busca de aventuras.

Os preços mais baixos também contam a favor dos albergues. A diária de um hotel simples em Copacabana (RJ) custa cerca de R$ 200. Já a hospedagem em um albergue pode custar R$ 40.

Segundo Luiz Geraldo Santos, gerente de um dos hostels mais conhecidos do Rio de Janeiro houve um aumento considerável do número de turistas domésticos que usam esse meio de hospedagem.

 

Segurança

Alberguistas de primeira viagem não devem esquecer os cadeados para os armários de quarto, malas e mochilas.

Durante a reserva, será possível escolher entre quartos compartilhados femininos, masculinos e mistos.

Se a ideia é ter mais privacidade, prefira os que oferecem quartos individuais e para casais.

Alguns albergues também não oferecem café da manhã, toalhas e roupas de cama. Vale verificar no momento da reserva.

FONTE MIN TURISMO

 

 

Hostel em IlhaBela