All for Joomla All for Webmasters

Aniversário da Matriarca – D. Marlene Araújo aniversaria

Aniversário da MatriarcaAniversário da Matriarca

Aniversário da Matriarca – D. Marlene Araújo aniversaria.

Aniversário da Matriarca – D. Marlene Araújo aniversaria. Uma pessoa com um olhar compreensivo  Uma empresária de sucesso. Respeitada por toda a família. Trabalhando até hoje. Respeitada pelos filhos, irmãos, netos. Um mulher que não necessita do empoderamento feminino, pois, seu poder é infinito.

 

Aniversário da Matriarca – Só sei que nada sei

O que sei de D. Marlene. Sei muito pouco. Só sei que nada sei. Mas, vou tentar em poucas linhas falar o que sinto e sei desta senhora. Primeiro, não se influencia pelo que os outros dizem, sempre me respeitou e sempre me teve como amigo e companheiro de uma pessoa que em alguns momentos a teve como mãe, Agnes Adusumilli, nossa editora.

 

Quando seu pai se acidentou, ficando tetraplégico, ela morou na casa desta senhora. Os olhos de Agnes brilham quando fala dela, mas, como ela fala pouco, não posso expressar o que ela sente por esta senhora. Só sei que respeito e admiração fazem parte do contexto.

Aniversário da Matriarca
Dona Marlene Araújo, Agnes Adusumilli e Anand Rao.

Singela nos olhos, culta no coração, sua sabedoria não se resume ao conhecimento, mas, à percepção. Ela percebe a todos como ninguém percebe. E ela não impõe respeito, é respeitada sem impor, por si só. Não precisa de feminista nenhuma para falar dos seus direitos, ela sabe quais são. Como sabe também que é um marco na criação e credibilidade da família Araújo.

 

Tive chance de rever esta senhora no Natal dos Araújos. Um Natal interessante, onde muitos brincam sobre comida e cada um do seu jeito se expressa. Fiquei observando-a no R.O. (restos de ontem se não me engano). Ininterruptamente ela queria servir e ininterruptamente todas a respeitavam. Isso é ímpar. Todos, sem exceção, pelo que pude perceber a respeitam e admiram.

 

Aniversário da Matriarca – Outras lembranças

Lembro que algumas vezes sai com ela e seu companheiro, enquanto ele estava vivo. Outro dia, no casamento de um dos netos, filho da sua filha Ileana se não me engano, ela postou no Whatsapp do grupo da família que estava sentindo falta de seu companheiro. Me comovi. Ela foi tão verdadeira, tão real, que contagiou a todos.

 

Depois da postagem, todos encantados começaram a postar mensagens de magia, querendo que ela ficasse feliz. Aquele dia o Whatsapp foi poético e encantador.

 

Outra lembrança que tenho é como ela valorizava e gostava de viajar com um neto que se tornou médico. Realmente o rapaz tinha uma percepção, uma inteligência diferenciada e ela dizia com vigor e fervor o fato. Ou seja, é uma avó que sabe valorizar os netos.

 

Aniversário da Matriarca – O Medo

Anos atrás sai com ela, o marido, Messias, Marly em Natal. Poucas vezes fui na sua casa. Sua filha, iluminada como é, administra uma creche ali, numa cidade perto de Natal que recentemente foi assaltada duas vezes. Imaginem…. Um ladrão assaltando uma creche que ajuda necessitados. Sem palavras para definir tal ato.

 

Sinto e senti da última vez que fui, que ela, empresária de sucesso, residindo só, me parece, tem medo de sair em Natal. Que pena, uma cidade encantadora que foi perdendo o encanto pela falta de administração de seus eleitos. Muito coisa se perdeu por ali. E ela pela obviedade do momento, sente medo.

 

Espero por fim, que ela encante muitos com sua presença, sua lição de vida, por muitos anos. E declaro para todos os fins, sou fã de D. Marlene, fã de carteirinha. Por fim, mando meu abraço direto de Brasília convidando-a a passar alguns dias na redação do Cultura Alternativa que também é minha residência e de Agnes Adusumilli.

 

Convido-a tendo a certeza de que ela virá e trará seu brilho, sua inteligência, percepção e sabedoria, para nossa casa.

 

Anand Rao

Editor do Cultura Alternativa

http://culturaalternativa.com.br/