Aumento do limite no Free Shop – Faça pressão

Free Shop

O atual valor da cota nos Free Shop de US$ 500 por pessoa está em vigor desde 1991 e está obsoleto, na avaliação de representantes de associações que levaram o pedido para ser avaliado pelo Ministério da Fazenda

As empresas administrativas de aeroportos (Associações Nacionais das Empresas Administradoras de Aeroportos (Aneaa) e da Associação Nacional de Concessionárias de Aeroportos Brasileiros (Ancab) solicitaram atualização dos atuais U$$500,00 para U$$ 900,00 na cota de passageiros dos voos internacionais que poderia gastar no Free Shop sem a cobrança de impostos.

Essa mesma proposta foi apresentada na quarta-feira (21) ao ministro da fazenda (Henrique Meirelles) que ficou de dar uma resposta após analisar o mesmo. O argumento feito foi que, o limite já não tinha tido nenhum tipo de reajuste há 26 anos.

 

Aumento do limite no Free Shop

Segundo Jardim Filho, presidente da Aneaa, Associação Nacional das Empresas Administradoras de Aeroportos (ANEAA) avisou o seguinte; que essa proposta de reajuste levada até o conselho da fazenda, considera somente a correção da inflação.

 

Ressaltou também que os países vizinhos do Mercosul, como o Uruguai e Argentina já assim o fizeram a correção em seus limites em seus Free Shop e nos aeroportos.

Ainda segundo Jardim Filho, seria muito bom para o setor o reajuste, como também a criação de aproximadamente 3 mil empregos. Continuou, ”todavia, que a pasta não tinha marcado uma data certa para um retorno do pedido.

 

De acordo com as entidades o documento entregue aos técnicos da fazenda trata-se apenas de uma proposta para melhoria, para corrigir, parcialmente, a inflação do dólar.

 

Aumento de renda – Viajantes

O aumento da renda ocasionou uma quantidade favorável de turistas brasileiros para o exterior.

 Atualmente, pessoas que nem se quer cogitavam conhecer, passear, viajar por outros países, não só viajam como também consomem nos Free Shop.

 

Dica do Free Shop

Uma dica muito boa é adquirir produtos no embarque, algo pouco difundido pelos turistas brasileiros.

Ao adquirir uma mercadoria na área de embarque dos aeroportos, por exemplo, não há limite ao viajante porem ao retornar ao Brasil as compras entraram na cota de mercadorias adquiridas no exterior.

 

 

Redação Cultura Alternativa

 

Vai viajar ? Leia estas e outras dicas para sua viagem.

 

Alfandega – Smartphone e Notebook não podem ser retidos pela receita

 

Melhores Duty Free’s para compras no mundo