All for Joomla All for Webmasters

Conheça as coisas mais sujas em um quarto de hotel.

hotelBlue Tree Hotels Valinhos

Depois de passar longas horas no avião, tudo o que você mais quer é chegar logo ao hotel e tomar um bom banho.

Mas cuidado, você pode estra entrando num verdadeiro parque de diversões de germes e bactérias.

Um estudo feito pela Universidade de Houston, nos Estados Unidos, mostra que um quarto de hotel é mais sujo do que a sua casa, a escola ou até mesmo um avião.

Engana-se quem pensa que é só o vaso sanitário e a pia do banheiro que concentram grande quantidade de procurando bactérias e coliformes fecais.

De acordo com a pesquisa feita em estabelecimentos nos Estados do Texas, Indiana e Carolina do Sul, o controle remoto e o interruptor do abajur, que fica ao lado da cama, concentram altos níveis de contaminação bacteriana.

As cafeteiras e chaleiras elétricas que ficam no quarto, bem como os copos, também devem ser evitados, já que raramente são limpos entre um hóspede e outro.

Confira abaixo as setes coisas mais sujas num quarto de hotel:

 

Coisas mais sujas em um quarto de hotel

 

1 – Controle remoto

Depois do vaso sanitário, este é o item mais nojento num quarto de hotel; costuma concentrar uma grande quantidade de coliformes fecais

2 – Interruptores de luz, telefones e torneiras

Estes são alguns dos itens que recebem pouca atenção dos funcionários da limpeza

3 – Copos e canecas

O hábito de alguns funcionários de limpeza é passar apenas água da torneira do banheiro e secá-los com a toalha. Geralmente não é utilizado detergente. Até as tampas de papel que são colocadas por cima dos copos já podem estar no quarto há bastante tempo

4 – Banheiras

Não é raro encontrar cabelos na banheira. Além disso, alguns hotéis usam produtos químicos para limpar o local que nem sempre são retirados por completo. Às vezes, as banheiras são lavadas com o mesmo pano e luvas usadas para limpar o vaso sanitário

5 – Camas

Um programa de limpeza de um hotel exigia que os lençóis de cama, cobertores e resguardos dos colchões fossem apenas limpos de três em três meses. Sim, leu bem, de três em três meses. E os cobertores guardados nos armários? Provavelmente estão lá desde que o hotel abriu. O mesmo deve acontecer com as almofadas

6 – Cortinas

Nem pense que estas são de alguma forma impecavelmente limpas. Admita, as cortinas não são fáceis de limpar. Exige esforço tirá-las, substituí-las e voltar a colocá-las. Por isso, alguns hotéis nem sequer se dão ao trabalho. E ao ficarem ali tanto tempo, a desfrutar do ar viciado, as cortinas podem tornar-se terreno fértil para todo o tipo de criaturas e insetos nojentos

7 – Escrivaninhas

Estes móveis podem sofrer o mesmo que as banheiras. Na maioria das vezes os funcionários de limpeza estão com pressa e usam os mesmos panos para limpar todas as superfícies do quarto.

 

Com informações da “Gazeta do Povo” e do Insider Pro