Dicas de como economizar na viagem de férias

FLUXO DE TURISTA INTERNACIONAL

Dezembro e janeiro compreendem o período de maior movimentação no turismo doméstico.

Muitos brasileiros saem de férias nesses meses e, claro, o desejo é sempre viajar.

Mas, em tempos de economia e com tantas contas para pagar no início do ano, como fazer com que alguns dias longe de casa não pese no orçamento?

Para mostrar que é possível, reunimos 10 dicas da especialista em viagens, Viviane Pio, gerente de vendas da CVC, que com algumas alterações simples no planejamento, torna tudo mais acessível.
Confira abaixo algumas dicas de como economizar:
1 – Em uma viagem em família, normalmente os gastos se multiplicam por 2 ou até 4, dependendo do número de familiares que viajarão juntos. Então, é importante definir o destino da viagem de acordo com o orçamento disponível, ou seja, optando pelo “destino que cabe no bolso” no lugar do “destino dos sonhos”;
2 – Não basta considerar apenas os custos de transporte, hospedagem e alimentação no orçamento da viagem. Quem viaja também quer fazer passeios. Então, vale a pena considerar, por exemplo, a opção de se fazer um cruzeiro marítimo, cujas paradas em cidades diferentes já estão inclusas no custo total e, além disso, a viagem já é uma diversão por si só, com recreações e shows inclusos diariamente no navio;
3 – Se a escolha ou a decisão da viagem ficou para última hora, opte por garimpar promoções tipo “saldão de viagens” promovidos por empresas de renome ou opções em voos fretados, que costumam oferecer preços atrativos e vantagens especiais como isenção de multa em caso de cancelamento e franquia de bagagem gratuita;
4 – Opte pelo parcelamento do pacote de viagem em até 10x sem juros, preferencialmente no boleto bancário, pois assim o cartão de crédito fica livre para qualquer emergência durante a viagem, principalmente se o destino for o exterior;
5 – Para gastos durante a viagem ao exterior, opte pelo cartão pré-pago ou moeda em espécie para limitar os gastos com antecedência;
6 – Encurtar a viagem nem sempre reduz as despesas. Melhor controlar compras;
7 – Para baratear a viagem, operadoras como a CVC oferecem opções de hospedagem em apartamentos duplos, triplos e, em alguns casos, quádruplos, sendo uma opção mais em conta para acomodar a família;
8 – Opte por pacotes que ofereçam passeios inclusos, seguro viagem, assistência de guia e até alguns que incluam meia-pensão ou pensão completa de alimentação, o que evita gastos extras no local. É possível, também, “formatar” o seu pacote e adicionar serviços, diluindo o valor em até 12 parcelas sem juros;
9 – Consulte se a operadora oferece acordos exclusivos com hotéis, que garantem tarifas mais competitivas do mercado. Pelo grande volume de reservas que gera, a CVC tem acordos com mais de 1 mil hotéis no Brasil e no exterior e consegue reverter, por exemplo, promoções de gratuidade de hospedagens para crianças inclusive na alta temporada, nas Férias de Dezembro e Janeiro, por exemplo;
10 – Antecipe a viagem em um dia se houver promoções de pacotes e fique atento às diferenças tarifárias dependendo da data que se deseja viajar, se for de avião. Estude outros meios de transporte para chegar até o destino, que pode ser mais vantajoso. As viagens rodoviárias costumam ser bem acolhedoras e divertidas!