Falo e não sou ouvido

Falo e não sou ouvido

Falo e não sou ouvido.

Falo e não sou ouvido. Isso faz parte do meu cotidiano. Não sei porque, talvez porque tenha ideias e atitudes diferentes e por isso sou tachado de louco. Quem sai fora dos preceitos diários do convívio é louco. Ou então, porque não sou incisivo em minha fala, respeito a todos.

 

Falo e não sou ouvidoO Pai

Ser Pai é ser ouvido? Ser Pai é ser respeitado? Creio que não. Pelo menos isso não aconteceu comigo. Mas, creio que ser pai é proporcionar ao filhos condições de sucesso na sua vida profissional, espiritual e afetiva. E isso fiz. Faço sempre uma avaliação criteriosa dos meus atos e proporcionei às minhas filhas toda a chance do sucesso.

 

Falo e não sou ouvido – O cidadão

A minha voz repercute através do Cultura Alternativa, portal de notícias que edito junto com Agnes Adusumilli, jornalista e esposa. São 150.000 páginas visitadas por dia e isso me gratifica. Portanto, minha atuação cidadã é como jornalista, publicando matérias sobre fatos diferenciados com fontes diferenciadas.

 

Falo e não sou ouvidoO Marido

Ser marido é ser companheiro e isso sou. Nos especializamos na internet, pois, temos um portal de notícias e a tecnologia de informação é tudo nesta área. Quando quero conversar filosofia, questionar fatos, ela não tem paciência para escutar. Mas, é especialista em orçamento e fica comovida com filmes que a tocam, isso demonstra sensibilidade.

 

Outra área que ela gosta é de fofocar. E isso é divertido. Luto diariamente para ela ter uma coluna no portal só de fofocas. Fofocas ilustram a vida de forma singular e engraçada.

 

Portanto, eu falo e não ouvido, mas, sou amado. Você tem que saber a diferença sobre estas questões. Falar e ser ouvido, sem ser amado, é muito ruim. Prefiro, falar e não ser respondido. Numa reflexão mais criteriosa, sou ouvido e não sou respondido, não há respostas para o meu questionamento.

 

Vivo uma vida solitária e solidária. Ela cuida de mim e acha que meus questionamentos filosóficos não levam a nada. Em sendo assim, me adaptei. Me tornei um especialista nas tecnologias de informação e prefiro falar através de artigos como este que são lidos e compartilhados.

 

Anand Rao

Editor do Cultura Alternativa

http://culturaalternativa.com.br/