Filmes, séries e clássicos da literatura sobre amores proibidos

Qual a sua história de amor proibido favorita?

Romeu e Julieta pode ser uma das histórias mais famosas e emocionantes do gênero, mas não é a única.

Em Por uma questão de amor, a autora e psicóloga Beatriz Cortes conta a comovente história de Lorena e seu amor proibido, e fez uma criativa seleção de outras obras e filmes que também contam com a temática!

Confira uma lista sobre algumas dessas histórias no cinema, na TV e literatura.

CINEMA

Amor, sublime amor

Inspirado pela história de Romeu e Julieta, Amor, sublime amor usa Nova York como pano de fundo da história de um romance que precisa romper as barreiras do ódio.

As famílias Capuleto e Montecchio da história original são substituídas por duas gangues formadas por imigrantes, os Sharks e os Jets. Tony (Richard Beymer), antigo líder dos Jets, se apaixona por Maria (Natalie Wood), irmã do líder dos Sharks.

A paixão dos dois fere princípios de ambos os lados, e assim o casal precisa conviver com o ódio entre as duas gangues e lutar por seu amor.

Cidade dos anjos 

Anjos e humanos podem se apaixonar?

Em Cidade dos Anjos, a cirurgiã Maggie Rice (Meg Ryan) fica arrasada após perder um paciente.

Um anjo (Nicolas Cage), estava na sala de cirurgia no mesmo instante e ao observar Maggie, começa a se sentir atraído por ela.

Após se apaixonar, ele resolve aparecer para a médica. Assim, os dois vivem um amor impossível, fazendo com que o anjo interpretado por Nicolas Cage cogite deixar a imortalidade para estar com Maggie.

Tristão e Isolda 

A história de Tristão e Isolda é bonita, triste e trágica. Adaptada duas vezes para a literatura no século XII e recontada no cinema, a lenda celta apresenta Tristão, um excelente cavaleiro, que viaja à Irlanda para trazer a princesa Isolda para casar com seu tio, o rei Marcos da Cornualha.

Porém, os dois se apaixonam e durante a viagem de volta a Cornualha, o casal acidentalmente bebe uma poção de amor mágica, originalmente feita para Isolda e o rei Marcos. Assim, Tristão e Isolda não conseguem conter seu amor e se apaixonam perdidamente, e de forma irreversível.

Mesmo casada com Marcos, Isolda continua amando Tristão, o romance dos dois viola leis e escandaliza a igreja e o reino de Marcos, fazendo com que o fim da história não seja o melhor possível.

Anna Karenina

Anna Karenina, clássico de Tolstoi, gira em torno de uma família russa. Anna é uma mulher aristocrata, casada e mãe de um filho, e decide largar tudo depois de se apaixonar por Vronski.

Porém, por conta das regras da época, Anna sofre ao perder os direitos de guarda do filho e o preconceito de se tornar uma mulher divorciada.

O livro retrata a hipocrisia da sociedade, dramas familiares e o cruel destino sofrido pela protagonista.

The Crown 

A série biográfica sobre a rainha Elisabeth II, produção original da Netflix, também dá espaço para os dramas dos personagens que rodeiam a protagonista.

Entre essas histórias, uma que se destaca é o amor proibido da Princesa Margaret (Vanessa Kirby) e o Capitão da Royal Air Force, Peter Townsend (Ben Miles).

Por se tratar de um homem divorciado, e 16 anos mais velho, membros do governo consideraram a intenção de casamento da princesa com o capitão inadequada.

A Igreja Anglicana recusou a aprovação do casamento e deixou claro que se Margaret ignorasse a proibição, perderia todos os seus títulos, privilégios e lugar na sucessão do trono.

Sinopse de Por uma questão de amor:

Após presenciar a morte de seu irmão mais velho em um trágico acidente, Lorena vive um luto que parece nunca ter fim.

Um sofrimento que só é mais suportável com a ajuda de seu melhor amigo, Daniel. Após passar para a Faculdade de Medicina na UFRJ, Lorena encara essa oportunidade como uma forma de sair de Angra dos Reis e tentar deixar o passado para trás.

 

Na Cidade Maravilhosa, se apaixona perdidamente e esse amor proibido chega para transformar sua vida. Ela descobrirá que também existem consequências para quem escolhe amar.

 

Por uma questão de amor é um romance cheio de aventuras, suspense e que o levará a conhecer os extremos do amor verdadeiro que nos leva a lugares inimagináveis.

SOBRE O AUTORA

Beatriz Cortes é uma autora jovem pronta para transformar suas ideias e sentimentos em páginas de livros.

 

Psicóloga, com 23 anos e nascida no interior do Rio de Janeiro, em meio a grande variedade de livros disponíveis no mercado, Beatriz Cortes faz parte de uma geração que se orgulha de poder contribuir para o crescimento e fortalecimento da literatura nacional.

 

Leitora assídua desde a infância, a jovem é a autora de três livros publicados pela Novo Século Editora em seu selo principal, O outro lado da memória, Por uma questão de amor e Aonde quer que eu vá, romances que são capazes de emocionar leitores de todas as idades.

 

Em Meu doce azar, a autora se desafia em um novo estilo, prometendo discutir com bom humor o importante papel da mulher na sociedade.