Welcome to Cultura Alternativa   Click to listen highlighted text! Welcome to Cultura Alternativa
All for Joomla All for Webmasters

João Pedreira lança disco inspirado no poeta Manoel de Barros

João Pedreira

João Pedreira cantor, compositor e ator brasiliense já é conhecido do público por sua atuação no jovem e premiado Grupo Tripé, com o qual já se apresentou em algumas cidades brasileiras e até na Irlanda.

Entre os novos talentos da Capital, João Pedreira é personagem certo.

 

Há mais de um ano atrás, Pedreira iniciou no palco, com provocações de um show-espetáculo, o processo criativo que o levaria a gravar e lançar um disco. Os resultados deste trabalho podem ser conferidos em Água na Peneira, primeiro álbum de carreira do artista, com inspirações na poética do escritor mato-grossense Manoel de Barros.

Produzido pelo Selo Fubá, o trabalho se volta às questões do homem pós-moderno, paramentado por um verdadeiro baú de referências sonoras que colocam em destaque o que talvez seja o maior talento de Pedreira: o de letrista.

As composições, de pegada visual, geram sensações interessantes logo à primeira vez em que se ouve o trabalho. Muitas vezes sinestésicas, e de fato inspiradas na métrica simplicidade X complexidade, da qual o homenageado Manoel de Barros é professor, o trabalho se desenvolve sem amarras estilísticas, experimentando misturas e provocações.

Água na Peneira tem a produção do próprio Pedreira e de Pedro Albuquerque, e passeia por referências regionais, clássicas, de neo-soul e jazz, e ritmos eletrônicos, como o EDM e o Break Core, o Dubstep e o DrumNBass, que dão grande margem para a utilização de sintetizadores e programações.

Vivenciando o palco em todas suas dimensões, o processo criativo de João Pedreira é sustentado pelo teatro. Não à toa, tanto seu novo disco quanto os três EPs lançados anteriormente – Ser Estar, Cantou o Galo, e Emá – surgem a partir de experimentações em shows-espetáculos que vem realizando no último ano, em Brasília. Nos shows, Pedreira é acompanhado por Dinho Lacerda (bateria), Rodrigo Zolet (piano), André Luiz Ferro (baixo), Gata Marques (guitarra). No disco, além da banda-base, o artista convidou mais de 20 músicos do DF para somar à produção.

O novo disco é resultado de apresentações em formato de espetáculo, no qual a dramaturgia é construída a partir das músicas e de textos pessoais de João, com luz e cenografia de Ana Quintas e projeções de La Bagacera. Antes de Água na Peneira, João levou aos palcos do DF o espetáculo Eletronicidades, nascido da mescla de textos do autor Eduardo Galeano e músicas autorais.

 

João Pedreira

Onde ouvir o disco?

Água na Peneira está disponível no canal do Selo Fubá no YouTube 

Ficha técnica do disco

Composição e concepção das músicas para o álbum e o show-espetáculo : João Pedreira e Pedro Albuquerque

Produção Sonora: Pedro Albuquerque (Selo Fubá)

Produção Artística: Dinho Lacerda,Gata Marques, João Pedreira e Pedro Albuquerque

Faixa a faixa

1 – Presente

Composição: João Pedreira

Violões: João Pedreira e Guilherme Marques

Baixo e Rabeca: André Luiz Ferro

Rabeca: Daniel Dalle

Rabeca Viola: Mozaliel Sant`Ana

Cello: Marília Nóbrega

Percussões: Dinho Lacerda e Francisco Lopes

Vozes: Ãna Fernandez, Tath Surya e Júlia Carvalho

Arranjo de Vozes: Júlia Carvalho

Arranjo de Cordas: Ely Janoville

Arranjo de Percussões: Dinho Lacerda

2 – Bem do lado dela

Composição: João Pedreira

Violão: João Pedreira

Baixo Elétrico: André Luiz Ferro

Guitarras: Gata Marques e Felype Lima

Bateria: Dinho Lacerda

Teclados: Rodrigo Zolet

Programações: Pedro Albuquerque

Percussões: Dinho Lacerda e Francisco Lopes

Arranjos de Percussões: Dinho Lacerda

Vozes: Ãna Fernandez, Tath Surya e Júlia Carvalho

Arranjo de Vozes: Júlia Carvalho

3 – Olly

Composição: João Pedreira e Pedro Albuquerque

Guitarra Base: João Pedreira

Baixo Elétrico: André Luiz Ferro

Bateria: Dinho Lacerda

Guitarras: Gata Marques

Teclados: Rodrigo Zolet

Vozes: Ãna Fernandez, Tath Surya e Júlia Carvalho

Arranjo de Vozes: Júlia Carvalho

4 – Por mais que eu fume janela

Composição: João Pedreira e Julia Baroni

Guitarras Base: João Pedreira e Guilherme Marques

Baixo Elétrico: André Luiz Ferro

Bateria: Dinho Lacerda

Guitarras: Gata Marques e Felype Lima

Teclados: Rodrigo Zolet

Percussões: Dinho Lacerda e Francisco Lopes

Arranjo de Percussões: Dinho Lacerda

Vozes: Ãna Fernandez, Tath Surya e Júlia Carvalho

Arranjo de Vozes: Júlia Carvalho

5 – Caramba

Composição: João Pedreira

Violão: João Pedreira

Baixo Acústico: André Luiz Ferro

Bateria: Dinho Lacerda

Cello: Marília Nóbrega

Piano: Rodrigo Zolet

6 – Rolam as cabeças

Composição: João Pedreira

Violão: João Pedreira

Baixo Acústico: André Luiz Ferro

Guitarras: Gata Marques e Felype Lima

Teclados: Rodrigo Zolet

Beat: Dinho Lacerda e Pedro Albuquerque

Percussões: Dinho Lacerda, Francisco Lopes e Mariano Toniatti

Arranjo de Percussões: Dinho Lacerda

Vozes: Ãna Fernandez, Tath Surya e Júlia Carvalho

Arranjo de Vozes: Júlia Carvalho

7 – Será que dá pé

Composição: João Pedreira

Guitarra Base: João Pedreira

Baixo Elétrico: André Luiz Ferro

Cello: Marília Nóbrega

Beat: Dinho Lacerda e Pedro Albuquerque

Programações: Pedro Albuquerque

Vozes: Ãna Fernandez, Tath Surya e Júlia Carvalho

Arranjo de Vozes: Júlia Carvalho

8 – Acapulco

Composição: João Pedreira

Violão: João Pedreira

Baixo Acústico: André Luiz Ferro

Bateria e Percussões: Dinho Lacerda

Rabecas: Daniel Dalle

Cello: Marília Nóbrega

9 – Minha barriga

Composição: João Pedreira

Violão: João Pedreira

Baixo Acústico: André Luiz Ferro

Bateria e Pads: Dinho Lacerda

Rabeca: Daniel Dalle

Guitarra: Gata Marques

Programações: Pedro Albuquerque

Vozes: Ãna Fernandez, Tath Surya e Júlia Carvalho

Arranjo de Vozes: Júlia Carvalho

10 – O mundo é ninho

Composição: João Pedreira

Guitarra Base: João Pedreira

Bateria: Dinho Lacerda

Programações: Pedro Albuquerque

Click to listen highlighted text!