LGBT Brasil, 445 mortes em 2017

LGBT Brasil

LGBT Brasil, 445 mortes em 2017. O levantamento foi feito pelo GGB (Grupo Gay da Bahia) baseado em informações de veículos de comunicação. Não há precisão nos número, como a fonte é midiática, acreditasse que pode ser muito maior.

 

LGBT Brasil – Por Estado

O estado com maior registro de crimes de ódio contra a população LGBT foi São Paulo (59), seguido de Minas Gerais (43), Bahia (35), Ceará (30), Rio de Janeiro (29), Pernambuco (27) e Paraná e Alagoas (23). Entre as regiões, a maior média foi identificada no Norte (3,23 por milhão de habitantes), seguido por Centro-Oeste (2,71) e Nordeste (2,58).

 

LGBT Brasil – Opção Sexual

Cada um faz sua opção sexual. Os tempos modernos incluem vertentes diversas com relação à sexualidade. Temos lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, pelo menos são as opções mais conhecidas. O importante atualmente é ser feliz

 

LGBT Brasil – O preconceito

A falta de educação, no Brasil a educação está em último plano. E excesso e a rigidez religiosa. Concepções arcaicas numa sociedade em constante movimento, é que fazem com que pessoas tenham atos preconceituosos. E o preconceito gera atos violentos e constrangedores.

 

Isso pode causar a morte daquele que fez uma opção sexual com critérios modernos.

LGBT Brasil
LGBT Brasil

LGBT Brasil – Intolerância

Antigamente se usava a expressão “sair do armário”. Hoje, apensa é, viver e ser feliz. Mas, a intolerância é visível na sociedade brasileira. Por tudo se discute, briga e mata. Não existe mais uma harmonia. Grupos são formados, uns a favor de um tema qualquer, outros não e entram em confronto.

 

A tolerância é fundamental na convivência social. Não só a tolerância como a compreensão do outro, dos valores do outro. Além da compreensão, admitir o que o outro é, sem constrangimentos, provocará harmonia.

 

Isso é viver e ter consciência de que a vida de todos tem valor.

 

Anand Rao

Editor do Cultura Alternativa

http://culturaalternativa.com.br/