All for Joomla All for Webmasters

Música Brasileira de qualidade, Jacques e Paula Morelenbaum e Jurandir Santana.

Música Brasileira de QualidadeMúsica Brasileira de Qualidade

Música Brasileira de qualidade.

Música Brasileira de qualidade. Jacques Morelenbaum, Jurandir Santana e Paula Morelenbaum. Ela casada com Jacques, uma cantora normal, gostosa de se ouvir, não inova, mas, é impar a marcação que faz na percussão. Casada com Jacques.

 

Jacques, sem palavras, um mestre. E Jurandir, o guitarrista dos acordes no show e no álbum, acordes e solos, um craque baiano que dá o tom. Os dois são, para mim, o ponto alto desta gravação.

 

Enquanto uns criticam a música brasileira atual, pagodes, sertanejos, funks e coisas do gênero, eu prefiro divulgar bons músicos. Curta o show de 2015 no Tuscina in Jazz.

 

Escutei nesta tarde de 27 de Abril de 2018 e me deliciei.

 

Música Brasileira de Qualidade – Jacques Morelenbaum

Jaques Morelenbaum (Rio de Janeiro, 18 de maio de 1954) é um violoncelista, arranjador, maestro, produtor musical e compositor brasileiro.

 

Filho do maestro Henrique Morelenbaum e da professora de piano Sarah Morelenbaum, é irmão de Lucia Morelenbaum, clarinetista da Orquestra Sinfônica Brasileira, e de Eduardo Morelenbaum, maestro, arranjador e instrumentista. É casado com a cantora Paula Morelenbaum.[1]

 

Iniciou a carreira musical como integrante do grupo A Barca do Sol, participou também da Nova Banda em dez anos de parceria com Antônio Carlos Jobim, atuando em espetáculos e gravações que os levaram a vencedores do Grammy com o CD Antônio Brasileiro.

 

Destacado como violoncelista, estudou música no Brasil e mais tarde ingressou no New England Conservatory, onde frequentou as classes de Madeline Foley, que, por sua vez, foi discípula de Pablo Casals.

 

Em 1995 integrou o Quarteto Jobim Morelenbaum (juntamente com Paula Morelenbaum, Paulo Jobim e Daniel Jobim) com o qual excursionou várias vezes à Europa, incluindo apresentação na Expo’98, em Lisboa, além de constantes apresentações nos Estados Unidos e no Brasil e uma gravação do CD Quarteto Jobim Morelenbaum.

 

Formou juntamente com Paula Morelenbaum e o renomado pianista e compositor japonês Ryuichi Sakamoto o grupo M2S, com o qual gravou vários projetos, incluindo os memoráveis Casa e A day in New York. Participou como convidado especial do álbum Suite Três Rios do pianista e compositor de jazz europeu Dan Costa.

 

Música Brasileira de Qualidade – Jurandir Santana

Jurandir Santana trabalhou com grandes nomes de artistas brasileiros e música mundial como Gilberto Gil, Gal costa, Rosa Passos, Daniela Mercury, Jaques Morelenbaum, Seamus Blake, Xangai, Toninho Horta, Arthur Maia, Nico Assunção,   Marcio Montarroyos, Nelson Ayres, Chico Pinheiro, Filó Machado, entre outros.

 

Como num filme foi convidado a fazer oficinas na Berklee College of Music (EUA), Western Illinois University (EUA). Em 2006, Jurandir Santana lançou o seu álbum de estréia “Só Brasil” Maritaca label (São Paulo) – Um trabalho que é o resultado de anos de pesquisa que vem com um novo som com a descoberta de novas nuances de música brasileira. Um dos temas do CD é Cravo e Canela, sua versão para o sucesso de Milton Nascimento e Ronaldo Bastos. como a maioria das músicas CD Somente o Brasil, repleto de referências à musicalidade da Bahia, nos convida a conhecer a riqueza dos ritmos brasileiros como frevo, maracatu, chula, samba de roda e Ijexá °.

 

Dando ênfase especial à rica variedade do som do Nordeste, onde o artista incorpora seu design de jazz adquirido ao longo de sua brilhante carreira. Este trabalho tem convidados especiais como Nelson Ayres, Teco Cardoso, Joana Bocanera, Simone Mota e Damares Martins. Ganhou o prêmio Braskem como o melhor cd de jazz da Bahia.

 

Músico reconhecido no mercado brasileiro e uma sólida carreira musical, Jurandir Santana conseguiu um lugar bem merecido no mercado internacional. Seu trabalho como credenciador do prestigiado músico da Europa e dos EUA.

 

Um pouco do Jurandir Santana.

 

Música Brasileira de Qualidade – Paula Morelenbaum

Regina Paula Martins Morelenbaum (Rio de Janeiro, 31 de julho de 1962) é uma cantora brasileira de MPB. Por mais de dez anos cantou ao lado de Tom Jobim, antes de iniciar sua carreira solo. É casada com o violoncelista e compositor Jaques Morelenbaum.

 

Iniciou sua carreira profissional em 1979, como integrante do grupo vocal Céu da Boca. Com o conjunto, gravou os discos “Céu da boca” (1981) e “Baratotal” (1982) e realizou shows por todo o Brasil.

 

Em 1984, foi convidada por Antônio Carlos Jobim para integrar a Banda Nova. Trabalhou com o compositor durante 10 anos, gravando os discos “Passarim”, “Antonio Brasileiro” e “Tom Jobim: inédito”, atuando como vocalista e solista. e apresentando-se no Brasil, Japão, Europa, Canadá e Estados Unidos.

 

Em 1990, iniciou sua carreira solo em Nova York, apresentando-se em diversos clubes de jazz. Em 1993, lançou seu primeiro CD solo, Paula Morelenbaum, produzido por seu marido, Jaques Morelenbaum, que também participou de algumas faixas do disco, como instrumentista e arranjador.

 

No mesmo ano, recebeu o Prêmio Sharp de Música, na categoria Revelação Feminina Pop Rock. Em 1995, formou, com Paulo Jobim, Daniel Jobim e Jaques Morelenbaum, o Quarteto Jobim Morelenbaum, com o qual se apresentou no Brasil, Estados Unidos e Europa, e lançou, em 1999, o CD Quarteto Jobim Morelenbaum.

 

Participou também do CD “Smoochy”, de Ryuichi Sakamoto, em songbooks produzidos por Almir Chediak e na trilha sonora de Antonio Pinto para o filme Menino maluquinho, de Helvécio Ratton. Em 2002 lançou, com Jaques Morelenbaum e Sakamoto, o CD “Casa”, gravado na casa de Antonio Carlos Jobim, autor de todas as músicas registradas no disco.

 

Em 2003, apresentou-se com o Jaques Morelenbaum e Ryuichi Sakamoto nos Estados Unidos e pela Europa, onde participou dos festivais de jazz de Montreux, Viena, Coliseu de Lisboa e do Porto, Roma e Milão. A turnê gerou o CD A day in New York (Morelenbaum2/Sakamoto).

 

Lançou, em 2010, o CD Bossarenova, gravado com a SWR Big Band de Stuttgart, formada por dezesseis músicos de sopro e quatro de base, com produção e arranjos de Ralf Schmid. No repertório, canções de Tom Jobim, Jorge Benjor, Baden Powell, Toquinho, Vinicius de Moraes, Ivan Lins, Heitor Villa-Lobos, John Lennon e Paul McCartney e Quincy Jones. No mesmo ano, lançou o CD Água, com João Donato.

Música Brasileira de Qualidade
Jurandir Santana, Paula Morlenbaum e Jacques Morelenbaum.

Música Brasileira de Qualidade – O Show

 

Anand Rao

Editor do Cultura Alternativa

http://culturaalternativa.com.br/

LEIA TAMBÉM:

Musicoterapia na terceira idade auxilia contra Alzheimer e Parkinson

Interpretação é muito na canção

Anoushka Shankar, filha de Ravi Shankar, irmã de Norah Jones