Welcome to Cultura Alternativa   Click to listen highlighted text! Welcome to Cultura Alternativa
All for Joomla All for Webmasters

No Dia Nacional do Café descubra as curiosidades por trás dessa delícia nacional

Café: um hábito saudável. Dia Nacional do Café

Dia Nacional do Café – Consumo, produção e variedades da bebida que faz parte da cultura brasileira

O Dia Nacional do Café, comemorado em 24 de maio, é uma boa pedida para conhecer um pouco mais sobre essa bebida tão tradicional entre os brasileiros, além, é claro, de saborear um bom cafezinho.

Podemos dizer que ele é uma paixão nacional. Para se ter uma ideia, de acordo com a pesquisa “Tendências do Mercado de Cafés”, realizada em 2017 e patrocinada pela Associação Brasileira da Indústria de Café – ABIC, somos o segundo país que mais consome café no mundo em volume, perdendo apenas para os EUA.

A pesquisa também aponta ainda que esse consumo aumentou 3,3% em comparação a 2016. O crescimento pode ser explicado pela melhoria na qualidade da produção nacional.

E tem mais, as previsões para 2018 são ainda melhores, a produção pode chegar a um aumento de 30% em relação a 2017. Resultado: consumidores satisfeitos, aumento da qualidade e, é claro, os brasileiros tomando cada vez mais café, seja o tradicional pingado ou o rebuscado mocha.

 

Dia Nacional do Café

 

Diversidade e fabricação

Fabricar um café de qualidade não é uma tarefa fácil, o público brasileiro é exigente. “O interesse pelos sabores, texturas e os processos envolvidos na produção têm crescido muito.

Aqui em Brasília a fábrica do Café do Sítio funciona desde 1967, mas de uns tempos para cá, recebemos muito mais e-mails, directs e até visitas de pessoas que querem conhecer a fábrica ou que têm alguma curiosidade. Mas vale destacar que o mais prazeroso são os relatos que recebemos, o que nos faz perceber como a bebida está ligada a memória afetiva das pessoas”, explica Ricardo Barbosa diretor de marketing e vendas da indústria.

Na fábrica, o grão utilizado na produção é o Arábico, que vem do Sul de Minas e do Triângulo Mineiro.  Cada variedade da planta do café arábica possui atributos específicos de aroma, corpo, acidez e doçura. As combinações, ou Blends, são desenvolvidas para balancear ou acentuar as melhores qualidades de cada variedade de café.

“As características do café mudam de acordo com a região, clima, incidência solar e outros diversos fatores, ou seja, nunca teremos o mesmo café com exatamente as mesmas características.

É por isso que o blend, que é essa mistura de lotes de grãos de diversas regiões feita por um especialista, é tão importante.

Ele é indispensável para chegarmos a um padrão no sabor do café que as pessoas irão beber em casa. Desde a chegada dos grãos até o empacotamento final, o processo dura cerca de 24h.

Hoje a empresa produz entre 40 e 50 toneladas de café por dia “, destaca o diretor de produção do Café do Sítio, Rodrigo Castro.

Dia Nacional do Café

 

Preparação e sabores!

Depois de falar um pouco de estatísticas e comportamento, que tal conhecer as maneiras mais comuns que o brasileiro utiliza para preparar o café?

Para ajudar a você escolher aquele que mais lhe agrada é importante saber a descrição de cada um, então anota aí:

  • Cappuccino – espuma de leite, leite vaporizado e café. A receita perfeita leva 1/3 de cada ingrediente.

  • Macchiato – crema do leite e café. Também é conhecido como “café com espuminha”

  • Café com Panna – creme de leite e café.

  • Café Breve – café expresso, leite e creme de leite especial por cima.

  • Café expresso – apenas café, porém, é preciso fazer a utilização de máquinas especificas para preparar esse tipo de café.

  • Café com chatilly – comum em todo o Brasil, é comporto por uma dose de expresso coberto com chantilly.

  • Média – também conhecido como Café Latte, contém café expresso com leite vaporizado e uma fina camada de espuma.

  • Mocha – calda de chocolate, leite vaporizado, espuma de leite e uma dose de expresso.

Click to listen highlighted text!