Óbidos: uma vila portuguesa para os amantes de literatura

óbidos vila literária

Óbidos: uma vila portuguesa para os amantes de literatura 

No Centro de Portugal, destino encanta com suas inúmeras livrarias e festival literário

 

No topo de uma colina, muralhas medievais protegem um lugar charmoso, formado, principalmente, por casinhas brancas e um castelo imponente no topo.

 

Pode até parecer, mas esse não é o início de um conto de fadas. A ligação de Óbidos com a literatura vai além de suas semelhanças com um cenário de história infantil: o destino é conhecido como “Vila Literária”, possui diversas livrarias curiosas e sedia um importante festival literário anualmente.

A apenas 45 minutos de Lisboa, esta vila do Centro de Portugal tem pouco mais de 3.000 habitantes, mas o número de livrarias não para de crescer desde a criação do projeto Óbidos Vila Literária, que promove a cultura da escrita, da leitura e dos livros.

Entre os destaques da Óbidos Vila Literária estão a Grande Livraria de Santiago, que ocupa a construção de uma igreja do século 12, a Livraria da Adega, um edifício restaurado que une livraria e bar de vinhos e petiscos, e o Mercado Biológico, onde se encontram diversos produtos da região, vinhos e, é claro, muitos livros.

Outros espaços trabalham com gêneros específicos: a Galeria Pelourinho conta com exemplares sobre poesia e Fernando Pessoa, o Centro Design de Interiores tem publicações sobre design de interiores e o Histórias com Bicho é o lugar certo para encontrar livros infantis.

Para realmente sentir o espírito de Óbidos, nada melhor que se hospedar no The Literary Man Hotel, hotel temático com um acervo de 40 mil exemplares.

Vai gostar de Ler – Bienal da Leitura

O restaurante tem estantes repletas de livros em todas as paredes, um ambiente extremamente acolhedor, assim como os quartos belamente decorados.

Para completar, todo ano Óbidos recebe a festa literária FOLIO, que durante 11 dias dá voz a dezenas de autores portugueses e estrangeiros, além de realizar espetáculos de música, teatro, cinema, dança, tertúlias, mesas redondas e exposições.

 

A atmosfera do festival é incrível, colocando leitores e autores em contato e promovendo uma troca de experiências incomparável. Este ano, o FOLIO acontece entre 27 de setembro e 7 de outubro.

Além da literatura, o destino encanta por outros motivos: o pôr do sol visto de suas muralhas, a ginjinha, um licor típico que é comumente servido em copinhos de chocolate, seu castelo, onde hoje funciona uma pousada, e as igrejas de Santa Maria, da Misericórdia e de São Pedro.