A ESCOLA QUE OS PAIS QUEREM: 3 ATRIBUTOS ESSENCIAIS NA ESCOLHA

pais e educadores, escolha da escola dos filhos

Conheça cinco características das melhores escolas do Brasil e saiba o que procurar em uma instituição de ensino

Escolher uma escola nunca é uma tarefa fácil. Quando se trata de optar por uma universidade ou uma escola de idiomas , por exemplo, o processo já é bastante complicado e exige cautela, porque existe uma série de fatores que precisam ser analisados.

O cuidado é ainda maior quando se trata da escolha da escola dos filhos. O que levar em consideração? Que características avaliar?

Uma pesquisa do Instituto Ibope Inteligência ouviu país de São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Brasília, Recife e Salvador para saber quais eram as principais preocupações deles na escolha da escola dos filhos.

A segurança das crianças foi o critério apontado pela maioria dos entrevistados, seguido pela qualidade de ensino e pelas amizades dos estudantes.

As preferências apresentam uma variação conforme o nível econômico, a região e os objetivos de cada família, mas alguns aspectos figuram sempre na lista das principais prioridades.

 

Pais e Educadores

 

1) Ambiente favorável à aprendizagem

Embora a sabedoria popular já tenha consagrado a ideia de que a escola é o segundo lar das crianças, o entendimento dessa realidade ainda é deficitário em algumas situações.

Um ambiente favorável à aprendizagem vai além da qualidade de ensino certificada e do corpo docente capacitado.

A escola precisa ser o local onde o aluno recebe os estímulos necessários não apenas para aprender, mas também para entender os motivos e a importância desse aprendizado. Uma escola que prepara os alunos apenas para o bom desempenho em provas e vestibulares não está cumprindo a sua função social.

 

2) Desenvolvimento da autonomia dos alunos

Psicólogos e psicopedagogos vêm falando há anos sobre a existência das inteligências múltiplas. Cada ser humano possui habilidades individuais e é justamente a convivência e a interação entre essa diversidade que possibilita o desenvolvimento da humanidade de uma maneira geral.

O problema é que alguns modelos mais tecnicistas de ensino prezam apenas pelos resultados imediatos e tangíveis, desrespeitando as individualidades e não atribuindo a devida importância às peculiaridades de cada aluno. A escola ideal é aquela que capacita os alunos enquanto indivíduos e não como produtores de resultados.

“Nós sabemos que alguns dos gênios da humanidade não tiveram um desempenho escolar dentro dos padrões projetados pela sociedade, mas conseguiram desenvolver o pensamento crítico e criativo quando se permitiu que eles pensassem com autonomia”, comenta Marcos Paulo Matias, CEO da ClipEscola , empresa criadora do aplicativo homônimo desenvolvido para aprimorar a relação entre pais e educadores.

 

 

3) Modernização e tecnologia

“Esta é a era de ouro para quem deseja utilizar a tecnologia a seu favor”, assegura Matias. A cada dia surgem novos recursos e ferramentas desenvolvidos exclusivamente para facilitar as mais diferentes tarefas do cotidiano.

O ClipEscola, por exemplo, nasceu com o objetivo de ser um intermediador da comunicação entre os pais e os profissionais relacionados à educação de seus filhos. Por meio de funcionalidades como o envio de mensagens e consulta periódica do calendário escolar, por exemplo, ambos os lados poupam tempo e recursos .

“Até o aviso de ‘estou chegando’, que os pais podem enviar pelo sistema de georreferenciamento do aplicativo quando estão indo buscar os filhos, modificou para melhor a rotina das escolas que adotaram nosso sistema de gestão: mais organização na saída dos alunos e menos obstrução do trânsito”, explica Matias.

Existe ainda uma infinidade de outros recursos tecnológicos que podem ser empregados direta ou indiretamente na educação das crianças, com o fator comum de aprimoramento do processo de aprendizado, que é o objetivo final de pais e educadores.

PRIMEIRA VIAGEM PARA O EXTERIOR REQUER ATENÇÃO E PLANEJAMENTO