Welcome to Cultura Alternativa   Click to listen highlighted text! Welcome to Cultura Alternativa
All for Joomla All for Webmasters

QUE DESÁGUA NOUTRO, mostra individual de Davi De Jesus Do Nascimento

QUE DESÁGUA NOUTRO

QUE DESÁGUA NOUTRO, mostra individual de Davi De Jesus do Nascimento, abre ao público dia 16 de maio na Galeria de Arte do Centro Cultural Sesiminas

QUE DESÁGUA NOUTRO, exposição-transposição da poética que corre das águas do Rio São Francisco para a galeria, do artista Davi De Jesus Do Nascimento, abre ao público no dia 16 de maio, quarta-feira, às 19h, na Galeria de Arte Centro Cultural Sesiminas, em Belo Horizonte.

QUE DESÁGUA NOUTRO

A mostra, primeira individual de Davi, é um mergulho na cultura barranqueira norte-mineira, mais especificamente de Pirapora, cidade natal do artista.

As obras a serem expostas – através de fotografia, pintura, desenho, objeto e performance –  formam o todo de um cotidiano e ancestralidade ribeirinha. Nostalgia densa, que aspira despertar, preservar ou trazer de volta o rio de cada pessoa.

“O trabalho tomou ímpeto há três anos quando me foram herdadas as fotografias analógicas da família, tiradas entre a década de 80 e início dos anos 2000. Registros de acampamentos, pescarias e acontecimentos de quintal com cheiro de terra molhada compõem o acervo.

Gosto de dizer que são águas guardadas, remendo de memórias estendidas onde houver banho e descamação”, explica o artista.

Corpos de água e aguaceiro cortado rente à pele-calhau são pontes que ligam todos os suportes que o artista trabalha e possibilitam atravessar nadando também. Nos dizeres de Davi, ”a exposição é como nadar no raso-rasgo.

Uma oportunidade de poder mostrar que nós, barranqueiros, estamos sangrando junto com as águas sanfranciscanas; e que há uma urgência de estar atento à resistência e morte do rio; aos gemidos das carrancas naufragadas, gritos de alertas de surubins, curimatás e saruês.

O cheiro de matrinchã podre. Uma casa com a marca do nível da última enchente fedendo a pus de semente de tamboril. A manga rosa verde com sal de suor do corpo. Cemitério de corpos mortos boiando embaixo da sombra da ponte”.

QUE DESÁGUA NOUTRO

SOBRE O ARTISTA

Davi de Jesus do Nascimento é artista plástico, performer e poeta barranqueiro. Gerado às margens do Rio São Francisco – curso d’água de sua pesquisa – trabalha coletando afetos da ancestralidade ribeirinha e percebendo “quase-rios’’ no árido. Um de seus maiores interesses para a nascença na prática primária da pintura é a terra, mãe inicial.

Na fotografia, utiliza seu corpo como instrumento de medida do mundo. Corpo-médium, confrontado e confundido com a natureza. Uma natureza aquática, barrenta e silenciosa que pode ser lida como isca, peixe e pedra. Em 2016 apresentou a exposição virtual “La Mémoire Trempée’’, com o artista Arthur Camargos, pelo Centre Culturel du Brésil, Paris, França. Em 2017 ilustrou o livro de poesias

“Eu, Bonsai”, de Maria Isabel Carlos; e teve seu primeiro texto publicado na “Chico’’, revista do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. Em 2017 e 2018 participou das mostras coletivas “Entrepassados’’, no Morro da Conceição – RJ e “Cisco Lasca Triz”, na Galeria DotART, respectivamente.

QUE DESÁGUA NOUTRO

SERVIÇO

QUE DESÁGUA NOUTRO, mostra individual de Davi De Jesus Do Nascimento

Abertura: 16 de maio às 19h

Local: Galeria de Arte Centro Cultural Sesiminas (Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia)

Período de exposição: até 08 de julho

Horário de Funcionamento: terça a domingo, das 09h às 18h

Instagram: @nasceumdavi

Facebook: Davi De Jesus Do Nascimento

Click to listen highlighted text!