All for Joomla All for Webmasters

Saiba a melhor época para agendar voos e hotéis para 2018

Nem sempre reservar com antecedência garante economia
Ao organizar uma viagem, escolher a época para embarcar é crucial: agendar no momento certo para garantir os melhores preços é o desejo de grande parte de viajantes do mundo todo.
Na Europa, economiza mais quem agenda com pouca antecedência
Boas notícias para quem ama organizar as viagens em cima da hora: ao reservar com pouca antecedência, é possível encontrar voos mais econômicos para destinos europeus. Se a compra é feita um ou dois meses antes da partida, é possível economizar até 56%. É o que acontece com quem vai para Edimburgo, por exemplo.
Mas é possível fechar bons negócios até para Londres e Budapeste, onde, comprando a passagem um mês antes, paga-se, respectivamente, 49% e 46% a menos. Lisboa, por outro lado, é o único destino do Velho Continente que requer maior planejamento. São necessários oito meses de antecedência para reduzir os custos da viagem, em uma economia que pode ser de até 38%.
Longas distâncias: agendar com antecedência ajuda a economizar
Para viagens de longa distância, é necessário um planejamento mais estruturado. Ao reservar voos de sete a nove meses antes da partida para destinos mais populares, como Phuket, Dubai, São Francisco e Malé, é possível garantir tarifas mais baratas.
Já para Tóquio e Colombo, o ideal é comprar o bilhete aéreo com quatro ou cinco meses de antecedência. Para viagens a cidades populares dos Estados Unidos, como Nova York, Miami e Los Angeles, ao adquirir os tickets com um ou dois meses de antecipação, poupa-se 29%, 28% e 43%, respectivamente.
Os melhores dias para voar
Para a maior parte dos destinos, é possível obter preços mais justos escolhendo voos com saída no início da semana – de segunda a quarta-feira – e evitando dias como sexta, sábado e domingo. Escolher o dia certo pode levar a uma economia de 77% em voos na Europa e de 38% em rotas em outros continentes.
Quando convém reservar o hotel?
Saber o melhor momento para agendar a acomodação também pode levar a grandes economias. Para destinos europeus, como Amsterdã, Praga, Budapeste, Edimburgo e Paris, os melhores preços são encontrados de um a três meses antes da saída.
Se o desejo é um alojamento de baixo custo em Londres, Lisboa, Berlim, Copenhague ou Madri, é melhor começar a se planejar com antecedência (de oito a 11 meses antes). Para destinos na Ásia ou nas Américas, as melhores ofertas podem ser encontradas um ou dois meses antes da viagem. Dentre eles, Nova York, Punta Cana, Dubai, Tóquio e Bangkok oferecem preços mais econômicos um mês antes da partida.
No Velho Continente, Budapeste é a cidade que oferece percentual de economia mais elevado: reservando o hotel três meses antes da partida, paga-se 38% a menos se comparado a um agendamento feito com 10 meses de antecedência.
Em Edimburgo e Paris, ao reservar um ou dois meses antes, ao invés de 11, economiza-se um total de 37% e 23%, respectivamente.