Saramago Os Pontos e a Vista – Exposição.

Vida e obra de Saramago são retratadas em exposição em São Paulo

A vida e a obra do escritor português José Saramago são retratadas em uma exposição no Farol Santander, no centro da capital paulista.

A mostra reúne objetos pessoais do autor com videoinstalações, incluindo depoimentos gravados pelo diretor Miguel Gonçalves Mendes para o filme José e Pilar (2010).

Com patrocínio do Ministério da Cultura e da Fundação Santander, a mostra Saramago Os Pontos e a Vista estão dividida em 15 módulos. Nos primeiros passos, o visitante vai conhecer a Azinhaga, onde o escritor nasceu em 1922.

A partir das memórias com os avós na aldeia, que atualmente tem cerca de 1,6 mil habitantes, são trazidas também as reflexões de Saramago sobre a velhice.

Durante o passeio, os pensamentos do autor contextualizam algumas de suas obras mais emblemáticas, como O Evangelho Segundo Jesus Cristo, em que são apresentadas divagações sobre fé e a existência de Deus.

O Ensaio sobre a Cegueira, outro livro marcante que foi levado ao cinema pelo diretor brasileiro Fernando Meirelles, é abordado indiretamente em uma reflexão sobre a visão e a dificuldade de enxergar.

A relação com a companheira, a escritora espanhola Pilar del Río, também tem destaque na reconstrução da trajetória do escritor, ganhador do Prêmio Nobel de Literatura em 1998. Naquele ano, Saramago estava casado há uma década com Pilar, que é também jornalista.

Não só o amor entre os dois é um dos temas da mostra, mas como a Ilha de Lanzarote, nas Ilhas Canárias, onde viveram juntos até a morte de Saramago em 2010.

 Resultado de imagem para Saramago Os Pontos e a Vista - Exposição.

Legado e novas publicações

Pilar é atualmente responsável pela Fundação Saramago, que preserva o legado do escritor, além de incentivar diversos tipos de trabalhos culturais e várias linguagens. “A história da humanidade é uma história de continuarmos uns aos outros.

 Assim também é a história da literatura. Nunca existem livros ou palavras demais. Sempre são oportunos para a pessoa que precisa ler. Nós, da fundação, queremos continuar a José Saramago, como continuamos lendo sua obra e investigando o seu legado, mas, sobretudo, abrindo caminho para novos escritores que vão ser os Saramagos do futuro”, disse, em entrevista à TV Brasil.

Ainda para este ano, está sendo preparada a publicação de discursos e palestras proferidas por Saramago, que estão dispersas ou sem formatação final.

“Estamos organizando as conferências e os discursos e alguns artigos que estão publicados em outros países e outros não. Infelizmente, não existem romances [inéditos], nem poesia.

Pensamento, intervenção, reflexão, isso encontramos a cada dia, às vezes de uma forma que nos surpreende e que nos enche de esperança. Espero que antes que termine o ano possamos ver alguns papeis que não conhecíamos”, afirmou Pilar.

A exposição Saramago Os Pontos e a Vista fica em cartaz até o dia 3 de junho. Com entrada gratuita o Farol Santander fica na Rua João Brícola, 24, no centro de São Paulo. O espaço fica aberto de terça-feira a sábado, das 9h às 20h, e aos domingos, das 9h às 18h. Mais informações na página da exposição, ou pelo telefone (11) 3553-5627.

 

Fonte Agencia Ebc