A volta ao mundo pelas xícaras de chá

A volta ao mundo pelas xícaras de chá

A volta ao mundo pelas xícaras de chá


Os britânicos podem até ser reconhecidos mundialmente pelo seu indissociável hábito de tomar chá, especialmente no fim de tarde, mas o costume de infusionar ervas e especiarias em água fervente remonta os costumes e tradições de civilizações muito mais antigas.


Criado por acidente, na China, pelo Imperador Shen-Nung, enquanto fervia água à sombra de uma árvore que balançava, o chá logo se espalhou por todas as regiões e hoje ocupa o status de bebida mais consumida do mundo, sobretudo em eventos sociais.

Nos navios da Regent Seven Seas Cruises, a principal linha de cruzeiros marítimos de luxo do mundo, o protagonismo da bebida não é diferente.

A tradição de tomar chá, saborear requintadas iguarias e ouvir música ao vivo pode-se equiparar a uma experiência digna da Coroa Britânica.

Singrar os mares a bordo de luxuosas embarcações, em destinos tão especiais quanto essas 5 rotas, cheias de sabor e tão marcantes para a história do chá, também.

A volta ao mundo pelas xícaras de chá

Confira:

Índia

Muito embora a maioria dos registros históricos creditem a descoberta do chá aos chineses, os indianos também reivindicam e atribuem a criação da bebida ao Príncipe Bodi-Dhama.

Verdade ou não, a Índia é uma das nações que mais consumem chá no mundo. A infusão sugerida pela Regent Seven Seas para este roteiro é a Massala Chai.

Japão

A arte de preparar e servir um bom chá está no DNA dos japoneses. O país é um grande apreciador e consumidor da bebida, que está intrinsecamente ligada à cultura japonesa de um modo geral graças a uma tradição secular, a Cerimônia do Chá.

No roteiro Tokyo to Tokyo, também a bordo do Seven Seas Explorer, previsto para março de 2022, é possível desbravar a terra do sol nascente e, quem sabe, participar in loco da experiência.

Talvez também te interesse

Como voltaremos a viajar?, casa de alguémComo voltaremos a viajar?

Em uma das paradas, aliás, em Busan, na Coreia do Sul, há um passeio Regent com ênfase na cultura do chá em um templo budista.

Sakura blend com chá verde e branco, rosas, cereja morrello e matcha é inspiração para esse roteiro.

África

O Chá é uma bebida universal e por mais que suas origens apontem para o oriente, a África também tem um importante papel na sua difusão em termos globais.

O Rooibos é a personificação do sabor africano e além de fazer muito sucesso, sobretudo na Inglaterra, é uma erva nativa do continente. Quem quiser conhecer a terra do Rooibos, o roteiro Cidade do Cabo a Cidade do Cabo, a bordo do Seven Seas Voyager, em dezembro de 2021, é a pedida certa desbravar as belezas da África do Sul.

O chá sugerido pela Regent Seven Seas para este roteiro leva Rooibos, folhas de eucalipto, casca de laranja e pêssego.

A volta ao mundo pelas xícaras de chá

Brasil

O Chá chegou ao Brasil graças aos portugueses, mas o uso de ervas e infusões, sobretudo de forma medicinal, já era um costume amplamente difundido entre os índios.

O Brasil é o dono da maior biodiversidade do mundo, com uma grande variedade de espécies à disposição e não poderia ficar de fora um tour pelas xícaras.

Explore de perto as belezas nacionais ao navegar pelo Rio Amazonas, no roteiro Rio de Janeiro – Miami, com o Seven Seas Voyager, em março de 2022.

A infusão sugerida para se inspirar nesse roteiro é a Erva Mate orgânica.

Gosta de Chá?
 
Chá um super aliado da saúdeCinco benefícios do chá, um super aliado da saúde
China

A China é a grande responsável pela “invenção” do chá. Falar sobre a história da bebida, bem como os sabores, aromas e propriedades medicinais que a tradição chinesa nos ensinou ao logo dos séculos, é incrível.

Mergulhar em um espetacular roteiro, de Hong Kong ao Singapura, a bordo do Seven Seas Explorer, também. A embarcação zarpa em novembro de 2021 e promete uma verdadeira imersão no sul asiático.

Inspire-se no sul asiático com um delicioso blend de chá verde, lima hortelã, limão e rum.