Alergia alimentar pode causar doenças bucais – Síndrome da Alergia Oral (SAO)

Síndrome da Alergia Oral

Já ouviu falar sobre a Síndrome da Alergia Oral (SAO)?

Também conhecida como síndrome pólen-frutas, essa condição é uma reação alérgica que se manifesta somente na mucosa oral.

 

Sintomas como: queimação, vermelhidão e inchaço nos lábios e na língua são característicos da patologia

Alguns sintomas como: coceira, queimação nos lábios, na orofaringe e na língua, inchaço, vermelhidão, podendo evoluir para urticária, são característicos da doença.

A manifestação alérgica ocorre por ingestão de vegetais ou frutas, que não foram cozidos ou processados.

 

 

Síndrome da Alergia Oral
Dentista Ianara Pinho

Segundo a dentista Ianara Pinho, essa sensibilidade é uma reação do sistema imunológico, quando o corpo não “aceita” as proteínas alergênicas do pólen presentes em alguns alimentos.

 

“A alergia se manifesta exclusivamente na cavidade oral e/ou orafaringe. O paciente deve se atentar aos sintomas quando consumir determinadas frutas e vegetais”, afirma Ianara.

 

Ainda, de acordo com a dentista, os principais sintomas são: “Quem sofre da síndrome polén-fruta, pode perceber uma queimação nos lábios, na língua ou gengiva”, explica. Para identificar, a dentista conta que só é possível um diagnóstico por meio de análise clínica e anamnese detalhada.

Mas Ianara aconselha: “Quem tem a SAO, costuma ter reação imediatamente ou pouco tempo depois ao ingerir as verduras ou frutas frescas e cruas, no entanto, quando cozidas ou processadas, elas perdem algumas propriedades, fazendo com que o paciente tolere o alimento”.

 

Alimentos

 

Quem possui a síndrome deve evitar:

 

Frutas – Maçã, pera, laranja, melancia, melão, pêssego, frutas de caroço (cereja, ameixa) e Kiwi;

 

Verduras – Batata, cenoura, pepino, salsão, tomate, aipo, abóbora, abobrinha e  erva-doce;

 

Outros – Avelã e nozes.

Leia também.

Correr, vivenciar o lado interior é ter saúde

Vai sair de férias? Tenha alguns cuidados com a saúde