Amenize sua solidão neste Natal e Ano Novo

Amenize sua solidão neste Natal e Ano Novo

Amenize sua solidão neste Natal e Ano Novo

Você é só?


Você não tem com quem passar o natal e ano novo? Com quem você vai estar? Ou vai ficar só, para atingir suas medidas sanitárias particulares em tempos de pandemia? Se você está num desses grupos, leia este texto na íntegra.


Solidão

A solidão é um momento de ausência. A solidão é um momento de presença. Ser só? Ou estar só? Essa é a questão. Nunca estamos sós, sempre estamos rodeados de imagens, de sons, de segredos e de dons.

O seu sentimento gera a solidão. O que você sente, o que você eterniza no seu coração, o que você dimensiona para sua emoção, isso é solidão.

São muitos os que estarão sós neste Natal e Ano Novo. Alguns por opção, outros por falta de opção e outros por uma questão de não saber como se dizer, como dizer seu sentimento, para aquela pessoa ausente ou que está distante.  

Os que não quiserem, não estarão em solidão. Estarão juntos através de vídeo telefonemas, através de vídeos enviados pelo WhatsApp, através de vídeos publicados no Instagram, enfim, nas redes sociais. Existem várias formas de você amenizar ou até ficar em multidão utilizando a tecnologia.

Preconceito

O preconceito com relação ao outro, a você mesmo, à subjetividade da vida, é diário e eterno. Você pode romper com esse preconceito seguindo novos caminhos. Se você teve novas atitudes nos anos anteriores, em busca da harmonia e união, e não deu certo, está na hora de seguir novos rumos e emoções. A mesmice atola o ser humano no fundo do poço.

O dia de Natal para um pai separado como eu,  sempre é norteado de sensações diversas. O poeta então vive criando e relativizando o real e o imaginário. O músico vive com tons e dons construindo música onde não há melodia. E o Natal passa a ser uma série de emoções onde não há emoção, uma série de ilusões onde não há ilusão. A verdade é contemplada através da lágrima que chora no rosto seco e frio.

Portanto, novos momentos são necessários, novos caminhos são a história que quero contar para você. Uma história de sucesso. Uma história onde não há tempo para pandemias, mas, se isso ocorrer temos que vencer com sabedoria todos os momentos difíceis e inimagináveis.

Amenize sua solidão neste Natal e Ano Novo

Restaurantes Fechados

Neste dia, 25 de dezembro de 2020, termino este texto que começou a ser escrito no dia 24 de dezembro. Não havia pensado em escrever sobre os restaurantes ou o que estaria aberto no dia de Natal.

Resolvemos caminhar entre a decoração de Natal que foi feita na esplanada dos ministérios em Brasília. Caminhamos pela manhã. Na verdade era quase meio dia, e depois, passeamos pelas entre quadras para ver os restaurantes que estariam abertos. Lembro que um ponto forte da minha família era o almoço de Natal.

Hoje, no novo normal, pós pandemia, tudo estava fechado. Encontramos no máximo dois restaurantes abertos. Fiquei refletindo sobre os solitários, aqueles que não tem família, aqueles que necessitam de algumas poesias neste dia para poderem contagiar seu interior de magia. O que fazer? Como agir? Aglomeração hoje é um fator de risco. Não há o que fazer.

Worklover

Sou um um worklover. Sou apaixonado pelo trabalho desenvolvido. Existem os Workaholics, mas eu, sou um worklover. então, decidi trabalhar, decidi escrever, terminar este texto, divulgar livros, agir, fazer uma terapia ocupacional.

Na verdade essa terapia é um cumprimento de ações que estão atrasadas com relação ao nosso complexo de notícias cultura alternativa. Nada melhor neste dia de Natal do que te proporcionar notícias inovadoras, e possibilitar, novos caminhos para o teu dia.

Então sugerimos, faça o que te deixa feliz, escreva, converse com amigos, mande mensagens no WhatsApp, desenhe, crie, seja, busque caminhos para ficar feliz. Não desanime, o desânimo é momentâneo, passa com o tempo, anime-se, contemple o seu coração e acima de tudo seu sonho e emoção.

Ano Novo

O Natal passou e me convidei para ir para casa de um amigo que é arejada para passar o natal com ele. Apenas nós e eles. Foi muito interessante.

Agora vem o ano novo, me convidei para ir para casa de dois amigos, soube que os dois casais vão estar em outros locais e não em suas residências e neste momento estou avaliando a possibilidade de ir para um Resort, ou então, um hotel que obedeça as minhas medidas sanitárias que são rígidas e intensas.

Mas talvez, passe um ano novo diferente. Fique nos meus estúdios fazendo uma transmissão ao vivo, tocando MPB, recitando poesias, fazendo a contagem regressiva e… Feliz ano novo.

Temos que inovar diariamente, e nunca, podemos nos entregar. Vamos em frente sempre.

ANAND RAOAnand Rao

Editor do Cultura Alternativa