Artistas usam as bocas e os pés para pintar paisagens do Rio de Janeiro

Artistas com deficiência física usam as bocas e os pés para pintar paisagens do Rio de Janeiro.

O artista Eduardo Moreira, ficou tetraplégico em 2003, vítima de arma de fogo em um assalto, desde então ele começou a pintar por incentivo de colegas que também pintam com a boca.

Ao Repórter Brasil ele conta que sofreu muitas dificuldades antes de dominar o pincel e que ainda hoje necessita entender os limites de seu corpo para não sobrecarrega-lo e que boa parte se sua inspiração vem do impressionista francês Claude Monet. Além de Eduardo outros artistas que pintam com as mãos ou com os pés, tem suas obras expostas em comemoração aos 450 anos do Rio.

Confira no vídeo um exemplo de superação e talento: