Barra de São Miguel em Maceio-AL.

Um lugar paradisíaco

Barra de São Miguel é um município brasileiro localizado na Região Metropolitana de Maceió, no Estado de Alagoas. Encontra-se a 09º50’24” de latitude sul e 35º54’28” de longitude oeste, a uma altitude de 2 metros. Sua população estimada em 2004 era de 7 112 habitantes.

Possui uma área de 76,96 km².

Cultura Alternativa na Barra de São Miguel

Fomos à Barra de São Miguel para curtir. Levamos uma câmera e fizemos várias fotos da praia. Sentamos na Barraca do Jonas e comemos uma agulhinha frita que estava em torno de 30 reais. Tomamos uma cerveja, jogamos conversa fora com D. Maria e seus funcionários. Um lindo lugar. Possui casas para alugar. A praia não tem ondas. O passeio de barco em Agosto de 2015 custava R$ 50,00 (cinquenta reais) por pessoa se fosse só o casal. Compramos também uns chaveiros a 5,00. A infra-estrutura das barracas é espetacular. Se você for cedo conseguirá para o carro ao lado da barraca e pode deixar suas coisas dentro do carro e tomar banho com sua esposa. Achamos o lugar espetacular e as ondas são calmas, mar calmo, com arrecifes. Abaixos dados que conlhemos na internet. Um belo encontro também foi com o Guia Turístico Independente, José Eraldo.

Fotos feitas pelo Cultura Alternativa

Todas as fotos no link: clique aqui

Fotos selecionadas na Galeria de Imagens abaixo, clicando nelas você as verá ampliadas.

História

Até a metade do século XVI, o território onde é atualmente ocupado pela Barra de São Miguel foi aldeamento dos índios Caetés, conhecidos pela prática da antropofagia. Segundo a história, eles teriam devorado o bispo Dom Pero Fernandes Sardinha, que veio de Portugal para catequizar a região. Ele teria trazido, então, uma imagem de Santa Ana, que foi abandonada com o ataque dos índios e resgatada anos depois.

A área, de excelente localização geográfica, transformou-se num movimentado núcleo de pescadores. Manoel Gonçalves Ferreira montou um estaleiro para a fabricação de embarcações, que ficaram conhecidas em todo o país e deram emprego aos “experimentos mestres” do local. Foi de lá que saiu o maior navio nordestino da época, o “Sane-Duarte”, e também o maior iate, “Claudio Dubeux”. Com a instalação de novos estaleiros e o início do transporte rodoviário, por volta de 1930, a Barra entrou em declínio, que levou carpinteiros e calafatas ao êxodo para novas indústrias.

A autonomia administrativa ocorreu por força de interesses políticos. Somente em 1963, a Barra foi elevada à condição de município, desmembrado de São Miguel dos Campos.

Considerada a cidade balneária mais badalada de Alagoas, a Barra tem uma exuberante beleza natural, diversificada com praias de areia branca, águas cristalinas e ilhas de manguezais. De sua marina, partem diariamente embarcações para a praia do Gunga, que fica no município de Roteiro. A Barra se destaca pelos campeonatos esportivos que promove: de Pesca de Arremesso, Enduro de Moto e Jeep (abril), Nordestino de Surf (setembro), e Mountain Bike (novembro). E ainda: o Festival de Música (janeiro), Carnaval, festas juninas, festa da padroeira Nossa Senhora Santana (17 a 26/07) e Emancipação (2/08).

Geografia

O município Barra de São Miguel subdivide-se em três partes (bairros): Barra Velha (onde a cidade começou e onde funciona grande parte do comércio local), Praia Bonita e Barra Mar (parte de veraneio). Também há grandes loteamentos, como o Arquipélago do Sol e o Alta Vista (em construção).

A Barra de São Miguel nasce nas águas do Rio Niquim, e, logo a sua frente, os recifes suavizam as ondas do mar, dando-lhes a impressão de uma enorme piscina. Suas areias são claras e o mar é extremamente azul. Hoje é o mais badalado balneário de Alagoas.

O território atualmente ocupado por Barra de São Miguel foi aldeamento primitivo dos índios caetés, sobre os quais recai a fama de terem devorado o primeiro bispo do Brasil, Dom Pero Fernandes Sardinha.

Turismo

Na parte turística a Barra de São Miguel conta com boa estrutura, com muitas pousadas. O Restaurante e Pizzaria Porto da Barra no Cais de São Pedro considerado o bom e barato indicado pela revista Veja Maceió (Comer & Beber)2009/2010; hotéis e muitas pousadas de charme!! tudo de acordo com esse litoral maravilhoso que tem a Barra de São Miguel.

Cultura Alternativa na Barra de São Miguel