Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Bienal do Livro de SP - Cultura Alternativa

Bienal do Livro de SP


Marcada para acontecer de 02 a 10 de julho, a 26ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo


Bienal do Livro de SP, Bienal Internacional do Livro do Ceará

Bienal do Livro de SP

Concebida especialmente para o universo das crianças, curadoria destaca a importância do protagonismo infantil, reúne convidados de peso, como Mario Sérgio Cortella e Paulo Jeballi, divide a programação em capítulos que abordam temas como empoderamento e sustentabilidade

A literatura portuguesa será uma das grandes homenageadas na 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. O evento, um dos maiores da América Latina, ocorre daqui a um mês entre os dias 02 e 10 de julho.

Com presenças confirmadas do escritor português Valter Hugo Mãe e da primeira autora africana ganhadora do Prêmio Camões, Paulina Chiziane, a Bienal ainda trará outros 21 autores de países que falam a língua portuguesa. A curadora dessa homenagem a Portugal, Isabel Lucas falou sobre a programação.

Outro destaque será um espaço em homenagem à literatura de cordel e do repente, espaço especialmente significativo em São Paulo que tem uma população grande de migrantes nordestinos. A curadora Lucinda Marques falou das expectativas.

A Bienal ainda trará autores brasileiros como Ailton Krenak, Mario Sergio Cortella e personalidades que são fenômenos nas redes sociais como Elena Armas e a autora sino canadense Xiran Jay Zhao. Além disso, haverá muita programação para a criançada.

A previsão é de que mais de 600 mil pessoas passem pelos oito dias de evento e a expectativa dos organizadores é grande, a edição deste ano já vendeu 85% a mais de ingressos que o evento de 2018.

A programação completa pode ser acessada a partir desta quinta no site bienaldolivrosp.com.br.

NOTICIAS DO CULTURA ALTERNATIVA

Cultura Alternativa