Campanha Gaúcha conquista Indicação Geográfica

Campanha Gaúcha conquista Indicação Geográfica

Campanha Gaúcha conquista Indicação Geográfica

Os vinhos finos tranquilos e espumantes da região da Campanha Gaúcha conquistaram a Indicação Geográfica (IG), que confere o direito de uso do signo que atesta a origem da bebida.

Solicitada pela Associação dos Produtores de Vinhos Finos da Campanha ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), a IG foi concedida na modalidade Indicação de Procedência (IP), cuja obtenção contou com fundamental apoio da pesquisa científica.

Campanha Gaúcha conquista Indicação Geográfica

O selo garante que o vinho daquela garrafa expressa as características da região na qual foi produzido. Para chegar a esse resultado, a bebida deve ser fruto de uma rigorosa fase de produção de uvas na área delimitada, bem como de elaboração, na qual devem ser atendidos os requisitos estabelecidos no Caderno de Especificações Técnicas, que define desde as variedades de uva autorizadas para a elaboração dos vinhos, até a etapa de sua degustação, quando um painel de especialistas avalia se o vinho pode receber a atestação de conformidade como produto da Indicação de Procedência Campanha Gaúcha.

“A originalidade dos vinhos da Campanha Gaúcha amplia e valoriza a qualidade e a diversidade da vitivinicultura brasileira”, avalia o pesquisador Jorge Tonietto

Campanha Gaúcha conquista Indicação Geográfica

O vinho dos pampas

Localizada no bioma Pampa, a Campanha Gaúcha tem características únicas, de acordo com Tonietto. É a região produtora mais quente e com menor volume de chuvas do Sul do Brasil.

As grandes extensões de áreas planas ou de baixa declividade também são um diferencial da Campanha. “Elas facilitam a mecanização na viticultura, um fator de competitividade adicional para a região por reduzir custos e possibilitar maior escala de produção”, revela Tonietto.

Campanha Gaúcha conquista Indicação Geográfica

Fonte Embrapa