Cinema em dobro: perspectivas de 2021

Cinema em dobro: perspectivas de 2021

Cinema em dobro: perspectivas de 2021


O mundo parou por conta de uma pandemia, mas a sétima arte se reinventou, e nós, espectadores vamos redescobrir que não há nada melhor do que sentar-se à frente da enorme tela de cinema


Em 2020, mais de 20 estreias foram adiadas por conta do COVID-19, mas apesar disso, o cinema em 2021 acumulou estreias que colocarão o público em um paraíso de produção.

Preparem o bolso para poder curtir tudo que as grandes produtoras têm para apresentar!

Para que as pessoas possam fazer a programação perfeita, o cineasta Daniel Bydlowski fez uma lista com um filme por mês no primeiro semestre do ano e também falou sobre a expectativa de cada um.

Cinema em dobro: perspectivas de 2021

(01/01/21) Mulher Maravilha 1984 – Todo mundo espera bastante de Gal Gadot. A sua primeira interpretação da mulher mais poderosa do mundo fez o sucesso chegar, e parece que mais ninguém poderá interpretá-la.

Agora ela terá que trazer muitos sentimentos à tona, lembranças da infância da Mulher Maravilha e expressar toda emoção do grande reencontro com Steve Trevor, e enfrentar uma nova vilã, a Mulher Leopardo, e tudo isso, salvando o mundo.

O grande desafio aqui é fazer sucesso tanto quanto ou mais do que o primeiro filme estrelado pela atriz israelense.

(09/02/21) Marry Me – Neste ano, a Jennifer Lopez volta às telonas e, dessa vez, ela é uma superstar abandonada pelo noivo em plena Madison Square Garden.

Sempre se espera dessa artista completa que ela encante todos em suas comédias românticas bem organizadas e que, geralmente, emociona o público. Essa, parece ser mais uma fórmula de sucesso feita em cima do simpático sorriso da atriz.

(11/03/21) Raya and the Last Dragon – Não é de hoje que a Disney cada vez mais tira as princesas de seus papeis frágeis e da espera do príncipe para salvá-las. Agora elas mesmas montam em cavalos, ou em seus tatus-bolas, pegam suas espadas e lutam pelos seus reinos.

Baseado em muito misticismo e lendas do Sudeste da Ásia, com certeza esperamos que este seja mais um filme empoderador para as meninas e educador para os meninos.

(03/04/2021) 007 – Sem Tempo Para Morrer – Quando finalmente o espião mais famoso do mundo (Daniel Craig) resolve viver sua vida de forma calma na Jamaica, o inimigo Safin (Rami Malek) resolve aparecer com uma tecnologia perigosa e tira o 007 de seu sossego.

Depois de muitos filmes, a impressão que nos dá é que é sempre a mesma coisa. Só continuamos a ver porque é Bond, James Bond. O que se espera desse, é o que esperamos desde O Amanhã Nunca Morre.

(07/05/21) Viúva Negra – Após aparecer em 9 filmes do Universo Marvel, finalmente veremos o desenrolar da história da personagem de Scarlett Johansson.

Na trama será possível ver um pouco do passado da Viúva Negra e também sua luta contra uma perigosa conspiração. Um desafio para quem quer acertar em cheio o coração de uma legião de amantes da Marvel.

Cinema em dobro: perspectivas de 2021

(25/06/21) Venom: Tempo de Carnificina – A saga dos super-heróis, ou desse universo, não para em 2021. Agora é a vez de Eddie e Venom (Tom Hardy). Eles vão conseguir viver juntos?

Vão se transformar na melhor versão de cada um e fazer a simbiose perfeita? Esse filme com certeza poderá ser o ápice do universo Marvel, ou simplesmente pode decepcionar muita gente.

Sobre o cineasta: O cineasta brasileiro Daniel Bydlowski é membro do Directors Guild of America e artista de realidade virtual. Faz parte do júri de festivais internacionais de cinema e pesquisa temas relacionados às novas tecnologias de mídia, como a realidade virtual e o future do cinema.

ℓєια тαмвє́м:

O CASO COLLINI (The Collini Case)

A última jornada | Drama estrelado por Luke Goss e Peter Guinness

Em destaque: 
Cinema     Filmes Brasileiros