Como o dia dos namorados afeta o mercado de trabalho

Dia dos Namorados e o mercado de trabalho

Dia dos Namorados e o mercado de trabalho


Saiba mais sobre as melhores épocas de conseguir emprego no Brasil


Assim como o Natal, o Dia das Mães, Dia dos Pais, Páscoa, Dia das Crianças… o Dia dos Namorados é outra data comemorativa que oferece novas oportunidades de emprego para quem deseja ser recolocado – ou, por que não, colocado pela primeira vez – no mercado de trabalho.

De acordo com a gestora de carreiras Madalena Feliciano, “comemorado no dia 12 de junho, o Dia dos Namorados faz com que vários setores do comércio, desde moda feminina e masculina até gastronomia, hotelaria, presentes em geral e floricultura já calculem um aumento nas vendas”.

Além dessa comemoração especial, o início de junho também coincide com o fim do outono/início de inverno, época em que as vendas também crescem – e, consequentemente, é preciso de maior mão de obra para dar conta do serviço.

Dia dos Namorados e o mercado de trabalho

Por isso, quem ganha com o aumento das vendas não é apenas o comércio, e sim também aqueles que procuram por uma vaga temporária de emprego – e aqueles que procuram pelo seu primeiro trabalho, essa pode ser uma porta de entrada para o mercado de trabalho.

Os proprietários de lojas comentam que é bom quando o profissional já possui experiência, mas até mesmo quem nunca trabalhou tem boas chances de conseguir uma vaga de emprego, principalmente durante as épocas de datas comemorativas.

“Depende muito da forma como o novo profissional atende e se comunica com o público”, completa a gestora. Ela ainda afirma que “essa é uma boa oportunidade para se estabelecer no mercado, pois desde o início acredita-se que todo profissional temporário é um efetivo em potencial. Só depende de ele tornar isso realidade, e mesmo que ele não seja contratado, essa já conta como experiência para uma futura vaga”.

Para conquistar a vaga efetiva, existem algumas atitudes que o profissional pode tomar que demonstram esse desejo. “Ser pontual, mostrar ao chefe que está dedicando-se ao máximo, assim como aprender com os trabalhadores mais antigos do local são atitudes simples, mas que demonstram interesse em permanecer no emprego”, explica Madalena

O profissional também deve saber trabalhar em equipe e manter o seu comportamento e postura adequados ao local de trabalho.

Ter iniciativa, força de vontade, conhecer o produto que está vendendo, possuir uma boa comunicação, respeitar a todos, ter bom humor e trabalhar todos os dias como se fosse o primeiro são características que todos os chefes procuram em profissionais que irão contratar, então: mostre-as.