Conheça São Paulo pedalando

Conheça São Paulo pedalando

Conheça São Paulo pedalando


Ministério do Turismo, Sense Bike e Shimano apresentam a Rota Centro Novo, um passeio gratuito de bicicleta pelo centro novo da capital realizado pelo Bike Tour SP


Tempo de leitura: 4 minutes

Para a edição deste ano, o passeio contará com AudioTour em espanhol, além de inglês e português.

Também com novidades no percurso, incluindo o Aquário Urbano e a Tokyo.

Uma nova opção de passeio turístico e cultural, trata-se de um roteiro de bicicleta que percorrerá 6 km pelo Centro Novo de São Paulo, com 14 paradas nas principais atrações da região.

Essa é uma iniciativa de empresas que têm relação direta com a bicicleta: a fabricante Sense Bike, a empresa de componentes e acessórios Shimano, e a associação especializada em passeio de duas rodas, o Bike Tour SP.

Conheça São Paulo pedalando – Quando e onde?

O tour ocorrerá todos os sábados, a partir do dia 20 de março, saindo da Biblioteca Mário de Andrade, localizada na Rua da Consolação, 94, em quatro horários: 9h, 11h, 13h e 15h.

Procure o site para confirmar a data de saída, face ao decreto na Capital Paulista

Serão grupos de até 10 pessoas, acompanhados por monitores e guiados pelo nosso AudioTour, que contará a história, a cultura e as curiosidades de 26 pontos turísticos.

Tudo apresentado em português, inglês, e em espanhol também, para atender o turista estrangeiro. E não há necessidade de levar bicicleta, pois a estrutura conta com as bikes Sense Move disponibilizadas aos participantes, além de equipamentos de segurança, como capacetes e coletes de identificação.

“Passeios de bicicleta, ao ar livre e em pequenos grupos são uma excelente opção de lazer e turismo quando estamos vivendo. Prezamos sempre pela segurança de todos os participantes, seguindo firmemente todos os protocolos de segurança,” comenta Wesley Alves, coordenador do Bike Tour SP.

Conheça São Paulo pedalando – Roteiro.

Roteiro – O percurso abrange o chamado Centro Novo, área localizada a partir do Vale do Anhangabaú, tendo no Viaduto do Chá seu grande divisor.

Seu nome tem relação com o final do século XIX e início do século XX, quando a região era sinônimo de prosperidade e representava o bom momento econômico da cidade, impulsionada pela produção cafeeira e chegada da ferrovia, da industrialização e dos imigrantes.

A construção de prédios icônicos e edifícios que seguiam o Art Déco, movimento arquitetônico em alta na época, é hoje uma forte característica da região.

“Procuramos montar uma rota que aliasse cultura, acessibilidade e segurança ao ciclista. Por isso, a maioria do trajeto é plano, utilizando a malha cicloviária já existente no centro da cidade e explorando toda a riqueza de sua arquitetura”, informa Daniel Moral, cofundador do Bike Tour SP.

Entre os pontos turísticos estão duas novidades para a edição deste ano, o Aquário Urbano e a Tokyo, além da Praça das Artes, o Sesc 24 de Maio, o Teatro Municipal de São Paulo, o Bar dos Arcos, a Biblioteca Municipal Mário de Andrade, a Galeria Metrópole, os edifícios Itália e COPAN, a Gastronomia no Centro, a Praça da República, a Praça Princesa Isabel, a Estação Júlio Prestes e Sala São Paulo, o Museu da Resistência, a Estação Pinacoteca, a Pinacoteca do Estado, a Estação da Luz, o Museu da Língua Portuguesa, o Parque da Luz, a Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Santa Efigênia, o Largo do Paiçandu, a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, a Galeria Olido e a Galeria Do Rock.

“O projeto do Bike Tour vem fortalecer o uso da bicicleta como um modal de transporte com a cara dos grandes centros urbanos, ao mesmo tempo em que se estimula o conhecimento e a cultura. De forma leve e divertida até para aquelas pessoas que não têm costume de pedalar frequentemente”, comenta Henrique Ribeiro, CEO da Sense Bike.

Conheça São Paulo pedalando – Passeio Inclusivo

Além de incentivar a prática esportiva e cultural, todo o projeto, que tem o apoio do Ministério do Turismo, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, foi planejado de forma a contribuir com a sociedade e ser inclusivo, pois as empresas entendem que ajudar o próximo é muito necessário.

“Nossa ideia é que o passeio seja cada vez mais inclusivo, essa rota conta com um triciclo trenzinho que comporta pessoas com deficiência física e visual, idosos e mobilidade reduzida. E foram colocados tablets acoplados nas bicicletas que contam com acessibilidade em libras,” explica André Moral, cofundador do Bike Tour SP.

O passeio é gratuito. Para ingressar na pedalada, basta se inscrever antecipadamente pelo site centronovo.biketoursp.com.br e levar 2 quilos de alimentos não-perecíveis por participante.

Os donativos arrecadados serão repassados para duas instituições que auxiliam centenas de famílias carentes, incluindo um trabalho com adultos em situação de rua e crianças carentes que moram na região do Centro: o Núcleo Assistencial Bezerra de Menezes (NABEM – nabemsp.com) e o Clube de Esperança Nova Aurora (CENA – missaocena.com.br).

Sobre o assunto
Explore o Alentejo com tour de bike
Bicycle Rental o espaço da bike em Manhattan.
Passeio de bike em pontos turísticos de Buenos Aires
Cidades para aproveitar de bicicleta