Cristiane Sobral – lança coletânea literária

Cristiane Sobral lança coletânea literária

Cristiane Sobral lança coletânea literária que reúne contistas de todo Brasil


Resistência cultural:  coletânea literária “Águas d’ilê” nasce em meio à pandemia


Lançamento do livro, que reúne 18 contistas de diversas cidades brasileiras, será realizado em live no dia 15 de janeiro

Em meio a uma pandemia mundial, sem precedentes, nasce a antologia literária “Águas d’ilê”, inspirada na força feminina e matriarcal negra representada por Oxum.

A obra, organizada pela escritora e atriz Cristiane Sobral e pelo artista visual Ricardo Caldeira, reúne narrativas de 18 contistas, com formações diversas e de várias cidades brasileiras, inclusive do Distrito Federal.

O lançamento do livro, do selo editorial Aldeia de Palavras, será no dia 15 de janeiro, em uma live transmitida pelo canal no YouTube

Cristiane Sobral lança coletânea literária

A coletânea está dividida em três capítulos. Em cada escrito, transbordam achados interiores, ancestrais que procuram estratégias de bem viver além do cristianismo, do patriarcado e do capitalismo. Os autores discursam sobre afeto, matriarcado, racismo e oralidades no espaço social comum, em sua maior parte a partir de uma perspectiva ancestral africana e indígena.

Com o tema central “Águas d’ilê”, o livro é um convite para que as pessoas mergulhem em histórias e vivências, conforme realça a escritora, organizadora da antologia, Cristiane Sobral “A água abundante na esfera planetária é fonte de vida e de expressão.

Como trama essencial aqui ostentamos as águas de ler, com uma pluralidade de vozes necessárias que transcendem silêncios seculares com dignidade, reafirmando equidade para existências vilipendiadas, dignas das primazias terráqueas”.

Cristiane Sobral lança coletânea literária

A capa do livro é de Nelson Inocêncio, artista visual e professor do Departamento de Artes Visuais da Universidade de Brasília e membro do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros da UnB.

O prefácio é de Luana Reis, doutoranda em Literatura na Universidade de Pittsburgh, EUA, ambos pesquisadores em expressões culturais de matrizes africanas em diáspora. Entre as escritoras, as moradoras do DF: Cristiane Sobral, Gabriela Furtado, Miriam Bispo, Letícia Érica Ribeiro e também Ricardo Caldeira.

Essa obra é resultado de um curso on-line de formação literária que aconteceu durante a quarentena, conduzido pela escritora e atriz Cristiane Sobral. Paralelamente, os participantes tiveram oficina de apresentação profissional e produção gráfica para escritores, conduzida pelo co-criador e diretor de arte do projeto, Ricardo Caldeira. A produção cultural é de Alyne Lima.

Os integrantes da equipe buscam por meio da linguagem poética provocar a sociedade sobre temas sociais, com destaque a luta contra racismo e valorização das pessoas negras. A arte, neste sentido, se torna também instrumento político e de transformação social.

Cristiane Sobral lança coletânea literária

Obra inaugura selo editorial Aldeia de Palavras

A antologia Águas d’ilê inaugura o selo editorial Aldeia de Palavras, de Cristiane Sobral. Um dos objetivos dessa iniciativa é a inserção de novos escritores e escritoras no mercado das letras.

Esse é um movimento simbólico produzido no ano em que Cristiane Sobral comemora os 20 anos da primeira publicação nos Cadernos Negros 23, organizado pelo grupo Quilombhoje Literatura (SP). Na época, estreou com o poema “Não vou mais lavar os pratos”.

“A força motriz do projeto nasceu da necessidade de romper silêncios históricos considerando os caminhos estéticos das escrituras e o compartilhamento de experiências no mercado editorial ainda tão restrito para a população negra e periférica, especialmente para mulheres negras”, ressalta Cristiane Sobral.

Serviço:

Lançamento virtual do livro Águas d’ilê

Data: 15 de janeiro às 19h

Canal: www.youtube.com/cristianesobral

Valor do livro: R$ 40 – pedido de compras pelo crisobral2@gmail.com ou pelo whatsapp (61) 9 9153-1883 ou (61) 9 9294-5511 (Alyne Lima)