Cultura Alternativa publica poesia de Mauro Rocha

mauro rocha

Caro Leitor aproveite e entre na Editoria de Literatura do Cultura Alternativa

NUM OLHAR PERDIDO

Eu faço manuscritos

 

Hermeticamente desenhado no papel branco

Ou de qualquer outra cor urgente

Num olhar fixo.

Busco no verbo o lirismo

Não faço poema sem poesia

Dentro de um coração apaixonado

Num olhar místico.

Talhado no tempo entre o dia e a noite

Vou lapidando palavras dentro da geografia

Como um rio que nasce sem rumo e morrer misturado ao mar

Num olhar abstrato.

Fervo as imagens na janela que me abre o mundo

Retrato o espaço nos passos de uma dança acasalada

Não explico o inexplicável apenas bate meu coração

Num olhar perdido.

Não faço rabiscos

Tudo já está escrito nas estrelas

Dentro de um coração solitário

Num olhar oblíquo.

Busco a leve respiração ofegante

Amante das belas artes nua

Dentro de um mundo caótico mergulhado nas nuances da esperança

Num olhar caleidoscópio.

Faço manuscritos

Escritos debaixo da lua e suas tristes estrelas mortas

Abro minha própria caixa de pandora

Num olhar lúdico.

Faço rabiscos

Dentro da realidade que me procura por obrigação

Mergulho no abismo que me abre a porta da paixão

Num olhar fosco.

Talhado no tempo entre o dia e a noite

Vou lapidando palavras dentro do amor

Como terra arrida que vai sendo preparada para a primavera

Num olhar mágico…

MAURO ROCHA

Mauro Rocha, brasiliense de coração, nasceu em Teresina/PI. Participou de vários concursos literários, entre eles: X Concurso Literário Poesias Sem Fronteiras/ 2014 Organizado por Marcelo de Oliveira Souza. Antologia Literária Noel Rosa em Poesia / 2011. (Litteris Editora) o 4º e 6º Concurso Nacional e Internacional de Contos e Poesia “Poeta Nuno Álvaro Pereira” /1999 2004. (Editora Valença S/A), IV Concurso Literário Internacional de Poesias, Contos e Crônicas em português e espanhol da Associação Artística e Literária “A Palavra do Século XXI” /2001. Entre outros.