Curso de Vinhos em Brasília – Vinhos de Portugal região do Tejo e Península de Setúbal.

Curso de Vinhos em Brasília

Curso de Vinhos em Brasília – Vinhos de Portugal região do Tejo e Península de Setúbal.

Curso de Vinhos em Brasília – Vinhos de Portugal região do Tejo e Península de Setúbal. Olinaldo Oliveira nesta aula provou sob diversos aspectos que a harmonização entre o vinho e a comida é fundamental. Quando os vinhos são servidos às cegas, muitas vezes, a surpresa é geral.

 

Olinaldo Oliveira também provou ser um craque na elaboração do Bacalhau a Lagareiro, e principalmente, na famosa Sopa de Pedra de Almeirim que foi o sucesso em termos de degustação na aula.

 

Curso de Vinhos em Brasília – Olinaldo Oliveira

Ouça abaixo depoimento dele sobre a aula. Olinaldo Oliveira é chefe da adega da Super Adega de Taguatinga, nível III na Escola Wine & Spirits de Londres e representante na América Latina da Castas & Vinhos.

Curso de Vinhos em Brasília – Vinhos fáceis e complexos

Abaixo relacionamos os vinhos servidos. As informações adjacentes constam dos rótulos. É muito importante, na compra de um vinho que você veja o rótulo por inteiro, sempre lembrando que os mesmos tem como função a comercialização do vinho.

 

Tributo, 2014 – Vinho Regional do Tejo. 15% de teor alcoólico. Produzido a partir das castas Syrah (85%), Granache (10%) e Viogner (5%). Vinhos equilibrado e complexo com grande potencial de envelhecimento. Foram produzidas 2.100 garrafas.

 

Adega Grande, Reserva 2012 – Vinho Regional do Tejo. 13,5% de Teor Alcoólico. Casta Castelão cultivada na planície Ribatejana. Cor granada intensa, aroma a fruta madura e super macio, com final de prova longo e adequado para pratos bem condimentados e queijos igualmente fortes.

 

Adega Grande, Vinho Tinto – 12% de teor alcoólico. Sabor macio e persistente. Vinho de aroma agradável.

 

Rebento da Cepa, Prestige, 2015 – 14% de teor alcoólico. 70% de Aragonez e 30% de Syrah. Aromático, frutado, complexo, longo e elegante. Ideal para acompanhar carnes vermelhas, castas e queijos.

 

O Cultura Alternativa entrevistou Rui Reguinga que fez o Tributo:

Vinhos de Portugal região do Tejo e Peninsula de Setúbal – Degustação

Sopa de Pedra de Almeirim – É uma sopa tradicional da cozinha portuguesa, originária de Almeirim, em Santarém, no centro de Portugal. É consistente e rica, feita à base de carne, carne de porco (diversos cortes), linguiça, feijão, couve, batatas e cenoura.

Tradicionalmente, coloca-se a pedra, bem lavada, no fundo panela e, depois, guarda-se a pedra para uma próxima degustação.

 

Fomos ao restaurante Toucinho em Almeirim, veja imagens, fotos e entrevista da sopa de pedra sendo feita neste link – Cultura Alternativa no Restaurante Toucinho da Sopa de Pedra

 

Bacalhau a Lagareiro – Postas de bacalhau previamente dessalgadas ao forno, dentes de alho picados, muito azeite, batatas com casca, tomate cereja, enfim, ficamos todos encantados com o sabor, e principalmente, o tempero dos pratos que provocou belas harmonizações com os vinhos.

 

Vinhos de Portugal região do Tejo e Peninsula de Setúbal – Fotos

Há 10 anos viajamos o mundo, veja todas as fotos na nossa página pública Portal Cultura Alternativa e veja as fotos que fizemos nesta aula, sempre com a ajuda de Rodrigo Araújo. Tudo neste link – Fotos Cultura Alternativa Rodrigo Araújo

 

Cultura Alternativa – Filmagem

Fizemos uma filmagem na redação dos vinhos, veja abaixo:

Anand Rao

Editor do Cultura Alternativa

Home

LEIA TAMBÉM:

Curso de Vinhos em Brasília – Portugal, um passeio pela bairrada e outras regiões.

Curso de Vinhos em Brasília – Módulo II, Portugal, Segunda Aula.

Vinhos Portugueses – Curso de Vinhos em Brasília