DÁ PARA SER FELIZ NO INVERNO

PARA SER FELIZ NO INVERNO

PARA SER FELIZ NO INVERNO

Nutricionista Daniel Novais dá dicas para evitar o
desequilíbrio na alimentação durante o inverno

No próximo dia 20, mais precisamente às 18h44, começa o inverno. Com a chegada da estação é comum as pessoas sentirem mais fome, isso, porque as temperaturas mais baixas fazem com que o corpo gaste mais energia para se manter aquecido.

Com isso, as pessoas acabam consumindo uma quantidade maior de calorias e buscam por alimentos mais gordurosos, ricos em carboidratos e açúcares. É difícil resistir a uma massa, ou a um chocolate quente quando a temperatura cai, não é mesmo?

Uma explicação é o desânimo que algumas pessoas costumam sentir no inverno. Ao comer alimentos que dão prazer, principalmente os ricos em carboidratos, o corpo produz mais serotonina, o hormônio que traz sensação de felicidade.

Entretanto, é muito importante continuar os cuidados com a alimentação e manter a prática de atividade física durante esse período. “Mudar a rotina alimentar e de exercícios durante o inverno pode trazer problemas para a saúde, como por exemplo, o ganho excessivo de peso e o aumento de níveis de colesterol e de glicose”, explica o nutricionista Daniel Novais.

Nos dias mais frios, opte por consumir sopas e cremes, principalmente preparados a base de legumes, verduras e proteínas. Essas opções são menos calóricas e uma boa alternativa para o controle da temperatura corporal.

Outra dica é observar como está a hidratação e aumentar o consumo de líquidos como água e chás quentes, pois eles diminuem a sensação de fome e evitam o ressecamento de mucosas e problemas respiratórios comuns durante a estação.

Para ser feliz no inverno

Confira alguns alimentos que protegem a saúde e aquecem o corpo

Sopas Caseiras: O líquido quente da sopa ajuda a acelerar o metabolismo, fazendo com que o corpo trabalhe para colocar a temperatura no habitual e isso dá a sensação de corpo aquecido.

Chás: Os chás ajudam a esquentar e são excelente fonte de antioxidantes, sobretudo o chá verde, chá preto e chá branco. Os antioxidantes ajudam na manutenção do sistema imune e reforçam as defesas do corpo.

Canela: A canela aquece porque aumenta o gasto energético. A especiaria possui ação anti-inflamatória e boas quantidades de cromo, nutriente responsável pela melhora da sensibilidade à insulina e no controle da glicemia sanguínea.

Frutas da estação: Laranja, morango, mexerica e carambola são frutas comuns do inverno. Elas contêm vitaminas, fibras e minerais e nessa época estão mais baratas e bonitas. Uma boa dica é acrescentar canela em pó e aquecer nas micro-ondas.

Vinho: O vinho é rico em flavonóides que ajudam a acelerar o metabolismo e proporcionar sensação de corpo aquecido.

Oleaginosas: São ricas em arginina que aumenta a vasodilatação e consequentemente aumenta a circulação sanguínea e a sensação de calor.

Agora vale lembrar, sempre é bom procurar um profissional de confiança. Assim é possível elaborar uma alimentação personalizada para a necessidade de cada um.