Eu vou, me adaptar!

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

Eu vou, me adaptar!

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

Na semana em que comemoramos o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência (3 de dezembro), e na mão contrária do título de um antigo sucesso dos Titãs, “Não vou me adaptar”, de 1985, o Cultura Alternativa descobriu que sim, é possível, às pessoas com deficiência, se adaptarem, e que muitos setores, como o turismo, estão cada vez mais preocupados em fazer pessoas felizes, mesmo quando o acesso é difícil.

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência – Turismo

Você já pensou em um cadeirante, ou uma pessoa que utiliza muletas, pulando de paraquedas?

Já imaginou o quanto pode ser difícil para um surdo comunicar-se em hotéis, aeroportos? Em como um cego consegue se localizar em lugares que não são familiares para ele? Pois, é, muita gente já começou sim a pensar, e cresce no Brasil um segmento do turismo que visa atender às pessoas com deficiência. É o Turismo Adaptado.

Tudo começou com pessoas deficientes, que sozinhas, foram procurando meios de vencer suas barreiras, e que, em solidariedade, começaram a compartilhar suas experiências e suas dificuldades com amigos, e fizeram da atividade uma profissão que hoje ajuda milhares de pessoas a fazer algo que pode ser aparentemente simples para quem possui plena mobilidade.

Passageiros com deficiência serão isentos de excesso de bagagem

Porém, para trabalhar com lazer e turismo para pessoas com deficiência, mobilidade reduzida e necessidades específicas requer um estudo minucioso do turismo, e das deficiências, assim como acontece no universo do paradesporto. Trabalhar nessa área inclui a eliminação de diversas barreiras, entre elas, arquitetônicas, comunicacionais e metodológicas.

É preciso ainda estudar sobre tecnologia da assistência a essas pessoas, pois já há pelo mundo várias normas e regulamentos estipulados para tanto. Sem contar, que é necessário atitude, pois as dificuldades ainda são muitas.

No entanto, é possível eliminar barreiras, superar adversidades e ampliar horizontes. Iniciativas como essas tem garantido para várias pessoas com deficiência acesso a destinos de aventura, pois oferecem passeios e estruturas para atender turistas com necessidades especiais.

 

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência – Destinos

Muitos destinos brasileiros já estão atentos à questão da inclusão e tem se adaptado para receber pessoas com os mais diversos tipos de deficiências, mobilidade reduzida, ou necessidades especiais, como corrimões de acesso em áreas de turismo de aventura, instituições financeiras que oferecem linhas de crédito especiais para esse público, e empresas diversas, apoiando financeiramente tais iniciativas. No Brasil, alguns destinos já estão oferecendo algumas facilidades.

Em São Paulo, Brotas, Socorro, Campos do Jordão e Ilhabela. Em Minas Gerais, o Parque Nacional Serra do Cipó. Em Mato Grosso do Sul, Bonito. Na Região Nordestes, as praias de Iracema, em Fortaleza e as paradisíacas praias de Maceió também já oferecem diversos passeios voltados para as pessoas com deficiência.

 

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência – ONU

O Dia Internacional das Pessoas com Deficiência é comemorado em todo o mundo desde 1992. Uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), para que todos melhor se conscientizem sobre as dificuldades enfrentadas por portadores de deficiências, fazendo uma mobilização em prol da dignidade, dos direitos e do bem estar de todas as pessoas.

Um dia para todos refletirmos e renovarmos as energias para buscar um mundo com mais justiça e inclusão. Em 2018, mais do que nos anos anteriores, a acessibilidade esteve em foco, o que foi motivo de comemoração para diversos setores que prestam assistência às pessoas com deficiência.

 

Redação Cultura Alternativa