Dia Mundial da Saúde

Dia Mundial da Saúde

Dia Mundial da Saúde


Neste Dia Mundial da Saúde, confira o que você pode adotar no seu dia a dia para melhorar a qualidade de vida e buscar a longevidade


Tempo de Leitura: 4 minutes

7 de abril: soluções para cuidar da sua saúde (e não da doença)!

Desde 2020 temos despertado cada vez mais para a falta que a saúde nos faz! Presos em isolamento social em função da pandemia, percebemos o quanto nos cuidar é primordial para que tenhamos qualidade de vida e longevidade.

Entretanto, o Dia Mundial da Saúde, 7 de abril, convida à reflexão: antes dessa maior consciência, quantas vezes você já adiou a consulta médica ou a prática de exercícios físicos por falta de tempo?

Os hábitos interferem positiva ou negativamente no corpo e na saúde. Em um contexto de quarentena – quando o psicológico pode estar abalado, as academias fechadas e a mobilidade de compras para escolher os itens saudáveis e frescos para a alimentação reduzida – torna-se ainda mais difícil se cuidar.

Dia Mundial da Saúde

Mas, para te ajudar, listamos abaixo algumas soluções para você cuidar da saúde sem sair de casa, evitando o surgimento de doenças. Confira:

A primeira, e mais óbvia dica, é começar uma rotina de exercícios. É muito importante praticar atividades diariamente.

Desde o ano passado, as diretrizes mudaram e a OMS (Organização Mundial da Saúde) passou a recomendar que adultos façam atividade física moderada de 150 a 300 minutos ou de 75 a 150 minutos de atividade física intensa, por semana, quando não houver contraindicação.

Durante a prática, há vários benefícios. Em primeiro lugar, sua taxa metabólica aumenta. Além disso, a viscosidade sanguínea aumenta de 8 litros (nos momentos de repouso) para 100 litros por minuto, levando mais oxigênio para as células do cérebro.

Dia Mundial da Saúde

É por isso que fazer pelo menos um pouco de exercício de manhã ajuda você a se concentrar mais rapidamente e ficar mais alerta.

Após esse ritual você se sente exausto, mas ao mesmo tempo surpreendentemente energizado.

A explicação é que nesse momento seu cérebro começa a liberar mais endorfina e a melhorar o seu humor. Esse hormônio reduz a dor e ativa receptores especiais no seu cérebro.

Além de gerar outros efeitos positivos em seu corpo e mente, ajudam a superar vícios e lidar com a ansiedade, depressão e melhorar seu sistema imunológico no geral.

Outra dica é tomar um banho frio após o treinamento para amenizar as dores musculares. Além disso, você começa a dormir melhor, pega no sono mais rapidamente e acorda energizado.

Deu para notar que os exercícios possuem benefícios imediatos, mas se você não tem motivação ou alguém em casa para partilhar dessa rotina, o que não falta são vídeos e grupos na internet para te acompanhar em playlists de musculação, dança e até lutas!

Ao escolher os alimentos, nossa tendência é preferir comidas com açúcar, sal e gordura que intensificam os sabores das refeições. As formas e exposições, frascos e embalagens coloridas atiçam nosso olhar tornando-as ainda mais atrativas.

Mas, lembre-se que a maior parte delas é ultra processada e deve ser consumida com parcimônia. Itens como refeições pré-cozidas, lasanhas, refrigerantes, batatas fritas e carnes vermelhas, quando em excesso, estão ligados a problemas de hipertensão, diabete e câncer.

Dia Mundial da Saúde

Faça um exercício agora mesmo. De um lado, liste tudo o que você tem comido e que pertence a uma alimentação inadequada. Do outro, tudo o que se refere a uma alimentação adequada.

Qual está maior? Para evitar a tentação, no fim de semana faça um cardápio para a semana e já deixe as refeições da semana pré-preparadas em casa com itens os mais naturais possível, como legumes, verduras e frutas.

Assim, na hora da fome, esquentar ou finalizar seu prato dará o mesmo trabalho que apenas abrir o saco do salgadinho, mas vai te ajudar a garantir um organismo mais distante de problemas de saúde.

Saúde Mental

A pandemia está nos obrigando a vivenciar diversas situações difíceis e inéditas.

É comum o aumento das queixas de estresse, ansiedade e medo. E para contribuir com a difícil missão de não nutrir esses sentimentos, quatro atitudes podem ajudar:

1-Evite notícias trágicas. Mantenha-se informado sobre a atual situação sanitária do País para a sua segurança, mas não mergulhe nas histórias de perdas, por exemplo.

E inclua na sua rotina conteúdos que te ajudarão a passar o tempo de forma leve – seja com séries ou leituras.

2- Evite pessoas muito negativas.  É claro que a pandemia é algo que não podemos ignorar, mas faça um esforço para evitar assuntos de morte e vírus.

3- Mantenha contato com pessoas que ama. Ainda que esteja em isolamento, procure conversar com pessoas que ama por vídeo chamada, mensagens ou ligação.

4-Evite o ócio. Procure fazer atividades prazerosas além das obrigatórias. Talvez seja um momento de descobrir um novo hobby, praticar atividade física e quem sabe aprender a cozinhar uma alimentação saudável.