Dia Mundial do Compositor

Dia Mundial do Compositor - Cultura Alternativa

O Dia Mundial do Compositor é comemorado anualmente em 15 de janeiro.

 A data homenageia todos os compositores do mundo, especialmente ao seu trabalho e esforço para compor, escrever e criar músicas.

Os compositores são verdadeiros artistas, que utilizam o domínio da técnica das notas musicais para criar melodias, e toda a criatividade e sensibilidade para escrever canções que emocionam e animam multidões de pessoas.

Origem do Dia Mundial do Compositor

O Dia Mundial do Compositor surgiu pela primeira vez no México, como uma comemoração da fundação da Sociedade de Autores e Compositores do México (SACM), em 15 de janeiro de 1945.

No entanto, esta data só é oficialmente celebrada no mundo desde 1983.

Dia do Compositor Brasileiro

O Brasil é um país muito rico de bons compositores e música de qualidade, como se presencia em movimentos como a Bossa Nova e a MPB – Música Popular Brasileira.

Para homenagear os gênios da música nacional, no Brasil se comemora o Dia do Compositor Brasileiro, em 7 de outubro.

Entre os principais compositores brasileiros está Heitor Villa-Lobos, Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Caetano Veloso, Noel Rosa, Chico Buarque, Cartola, João Gilberto e muitos outros nomes que ficaram para a história da cultura musical nacional.

Dia Mundial do Compositor

Compositores de Música Popular Brasileira

Elis Regina

Elis Regina reúne consenso entre os amantes de música como a maior cantora brasileira de todos os tempos. Nascida em Porto Alegre a 17 de Março de 1945, faleceu apenas com 36 anos em São Paulo, no dia 19 de Janeiro de 1982.

Elis era dona de uma voz única e especial, e tal como muitos outros cantores brasileiros, consagrou-se nos festivais de Música Popular Brasileira em São Paulo a partir de 1966.

Tim Maia

Considerado com o Rei da Música Soul no Brasil e um dos principais pioneiros da música popular brasileira. Tim era dono de uma voz incrível e era um cantor extremamente talentoso, como nunca tinha aparecido nenhum antes.

Tim Maia faleceu em 1998 e deixou um grande vazio na música popular brasileira.

Wilson Simonal

Wilson Simonal é uma figura contagiante e um nome incontornável da música popular brasileira. Era um homem de espetáculos com uma voz e um carisma impressionantes. Subiu a pulso na vida, nunca se deixando ir abaixo pelo preconceito de ter nascido negro e pobre.

Chico Buarque

Francisco Buarque Hollanda, mais conhecido como Chico Buarque, é oriundo do Rio de Janeiro e um dos maiores nomes associados à música popular brasileira.

Buarque é músico, escritor e dramaturgo. Apesar de ser mais conhecido por suas músicas, algumas das suas obras teatrais são: Calabar, Roda Viva, Ópera do Malandro; na literatura Estorvo, Benjamim, Budapeste, Leite Derramado.

Ney Matogrosso

Diz-se que Ney Matogrosso é mais influente do que todos os outros artistas do gênero por ser um excepcional cantor dono de uma vez sem comparação. Ele faz uso da garganta e do corpo como mais ninguém é capaz, deliciando todos os amantes da música popular brasileira e não só. Ney Matogrosso começou a fazer sucesso desde muito cedo, quando ainda integrava a banda Secos e Molhados.

Caetano Veloso

Caetano Veloso nasceu a 7 de Agosto de 1942 e é um baiano de gema e irmão de Maria Bethânia, outro nome incontornável da música popular brasileira como veremos de seguida.

Veloso é música, produtor e escritor e é um dos nomes mais conceituados do gênero, juntamente com sua irmã. Tal como outros nomes consagrados do gênero, os dois participaram nos Festivais de Música Popular Brasileira da Record nos finais dos anos 60.