Dois Prêmios Nobel em domínio público em 2022

domínio público - Cultura Alternativa

Domínio público em 2022

Sinclair Lewis e André Gide são alguns dos autores que entraram em domínio público agora em janeiro de 2022

Todo começo de ano, o PublishNews lembra os autores que entrarão em domínio público, de acordo com a lei brasileira.

Em 2022, dois Prêmios Nobel estão na lista: Sinclair Lewis, laureado em 1930, e André Gide, em 1947.

Lewis, inclusive, voltou ao destaque nas últimas eleições presidenciais nos EUA. O seu livro Não vai acontecer aqui apresenta Buzz Windrip, um homem vaidoso, falastrão e anti-imigrantes que concorre (e ganha) à presidência prometendo um país próspero e grande novamente, mas acaba trilhando um caminho sombrio. Com essa trama, a distopia publicada em 1935 voltou às listas dos mais vendidos lá na Terra do Tio Sam.

Já o francês Gide, além de autor, foi também editor, fundador da Gallimard. Gay assumido, falava abertamente sobre os direitos dos homossexuais, chegando a publicar Corydon, um livro destinado a combater preconceitos homofóbicos da sociedade do seu tempo.

Ao anunciar Gide como vencedor do Nobel, a Academia Sueca justificou a sua escolha: “por seus escritos abrangentes e artisticamente significativos, nos quais os problemas e condições humanas foram apresentados com um amor destemido pela verdade e uma percepção psicológica aguçada”.

Outros dois escritores importantes entram na lista de autores em domínio público: o austríaco naturalizado britânico Ludwig Wittgenstein, autor de Tractatus Logico-Philosophicus, e o modernista e austríaco Hermann Broch, autor da trilogia Os sonâmbulos e A morte de Virgílio.

*Texto originalmente publicado no PUBLISHNEWS