Emoções fortes – Artigo de Anand Rao

Emoções fortes - Cultura Alternativa

Emoções fortes

Emoção. A sensibilidade gera questionamentos e muita emoção. O ser sensível não tem uma vida comum, ele tem visões diferenciadas, e sente de forma diferente o dia a dia da vida.

Agora… afirmo com letras garrafais. Ser diferente, ser especial, é muito complicado. Muitas vezes a solidão, a falta de compreensão, por parte das pessoas que nos rodeiam, é uma constante.

Esportes

Neste fim de semana, tive que assistir a idolatria de um jogador, que creio, foi muito bom para um clube, mas, teve um custo alto para este mesmo clube. Muitos meses ficou machucado, sem jogar, percebendo salários altíssimos.

Muitas vezes jogou e fez a diferença. Mas, como faço parte desta torcida, e tenho um posicionamento diferente da maioria, tive que emudecer. Portanto, amarguei uma solidão ímpar, calado, emocionado, enquanto via todas as manifestações em prol deste jogador.

Outro momento solitário, foi torcer por um jogador que têm atitudes diferentes, sensitivas, no tênis. Sempre torço para nomes que tem menor expressão, pois, lembro das minhas filhas, que não eram as mais expressivas neste esporte. Mas, ao torcer pelo novo, e não eternizar o vitorioso, me torno solitário, independente e estranho à maioria.

Atores

Outra situação ímpar foi o reencontro de familiares em uma festa. Familiares que há muito estão separados. Mas, que para mim, tem um histórico sentimental incrível.

Neste encontro, pude sentir maturidade em todos, como também, falsidade extrema. Mas, a convivência na sociedade é assim, temos que entender que nem sempre podemos ser originais e verdadeiros.

Penso que todos ali poderiam fazer parte de novelas e peças teatrais, pois, com certeza são atores de primeira linha. Ao pensar isso, de novo, não sou normal, sou diferente, solitário e incompreendido.

Senilidade

Outro momento difícil é você admirar um familiar que envelheceu, não te considera maduro, e você, segundo leis da sociedade, tem que encontrar o mesmo para ser respeitado pela mesma sociedade.

No fundo, você quer guardar a imagem daquele familiar, como alguém com ações incríveis. Mas, no momento presente, este alguém não existe, e você de novo se torna diferente em suas sensações e ações.

Esgotamento

Com toda essa forma estranha, singular e diferenciada de sentir e viver a vida, você termina o dia esgotado. O único caminho para você se comunicar é a escrita.

E você a usa com o intuito de informar para os diferentes que precisamos seguir, precisamos ser fortes, precisamos manter nossa forma de sentir a vida, mas, compreender, que nem todos nos aceitarão e assim é e será.

Você vai ser taxado de imaturo, de estranho, mas, não deve sucumbir a este tipo de julgamento. Tem que saber e sentir que sua forma diferenciada de ver a vida é que vai mudar ou enriquecer o mundo. Ser comum, ver a vida igual a todos, não muda uma sociedade. Só quem muda uma sociedade são os revolucionários, e estes, geralmente, não são compreendidos por suas gerações.

Sigamos

Depois, de cada momento de atuação diferenciada, de sensação especial, de esgotamento, vem um novo dia. E neste novo dia você deve priorizar você, você deve meditar, você deve agir para que seu corpo aguente todas as sensações e sentimentos.

Para que seu corpo aguente esta forma de ser, é necessário se exercitar, se alimentar de forma adequada, e acima de tudo, crer que suas ações, bem como, seus posicionamentos estão em busca da felicidade. Não tem intenção de magoar, nem tão pouco estão em busca da solidão, querem sim, mudar uma sociedade, e acima de tudo, acreditar que essa mudança virá para o bem e crescimento dela.

Sigamos.

Anand Rao

Editor Chefe

Cultura Alternativa

Cultura Alternativa