Indie Book Day – Livrarias Independentes.

Indie Book Day

Indiebookday – ou Dia do Livro Independente – você poderá compartilhar esse sentimento com todo mundo.

 Dia 21 de março de 2020 é o Indiebookday!

É muito simples:

No dia 21 de março de 2020 (um sábado), compre um livro. Qualquer livro que você queira. Só o que importa é que ele tenha sido publicado por uma editora independente.

Então, faça um post com uma foto do livro, da capa ou sua com o livro (ou como você quiser) em uma rede social (Facebook, Twitter, Instagram, etc) ou no seu blog ou newsletter pessoal, usando a hashtag #indiebookday. Se gostar da iniciativa, convide outros a se juntarem.

Indie Book Day – QUANDO TUDO COMEÇOU 

O primeiro Indie Book Day aconteceu em 2013 por iniciativa da editora independente Mairisch, de Hamburgo, na Alemanha, e recebeu muita atenção dentro dos países de língua alemã.

Entre 2014 e 2017, leitores, editores e livrarias do Reino Unido, Holanda, Itália, Portugal, entre outros países, se uniram à iniciativa. O diálogo nas redes sociais acontece em torno da hashtag #indiebookday.

Indie Book Day – Editora Lote 42

Para contornar a crise provocada pela pandemia e incentivar que as pessoas fiquem em casa, a editora Lote 42 decidiu antecipar o Indie Book Day, fazer transmissões ao vivo de aulas e cancelar atividades presenciais.

Criada pela Lote 42 em 2014, a Banca Tatuí, espaço de publicações independentes de São Paulo, antecipou e estendeu as promoções de Indie Book Day. Essa ação anual e internacional visa valorizar as publicações independentes e está marcada para o dia 21 de março (saiba mais aqui). 

Livros da editora Lote 42, a responsável pela banca, estão à venda com 40% de desconto. Publicações de outras editoras recebem ofertas de 15% — a baixa se dá apenas na comissão da banca, os editores receberão a íntegra do valor. A onda de cancelamentos de eventos literários compromete a fonte de receita de diversas pequenas editoras.

Além de incentivar a produção independente, a promoção também busca mostrar que o tempo de isolamento social pode ser usado para a leitura. 

Indie Book Day

“Livros são ótimos companheiros para quem quer ficar em casa, são um espaço de paz diante da cacofonia das redes sociais”, diz o fundador da Lote 42, João Varella.

A editora é também parte da campanha Juntos pelo Livro que reúne mais de cem editoras em prol da valorização da leitura. 

A promoção do Indie Book Day é válida tanto para a banca física (r. Barão de Tatuí, 275, São Paulo/SP; seg. a sab. das 10h às 19h) quanto virtual (www.bancatatui.com.br) e não tem prazo para ser encerrada. 

Em edições anteriores, foram promovidas atividades presenciais na banca física. Neste ano, com a pandemia, a ênfase do Indie Book Day se dará em ações virtuais.

“Não precisa necessariamente comprar um novo livro ou sair de casa, só de postar uma foto indicando um livro já ajuda e muito”, afirma a editora da Lote 42 Cecilia Arbolave.

Ao vivo

A livraria com hora marcada Sala Tatuí, criada em 2018 pela Lote 42, cancelou toda a sua agenda de março e não receberá visitas no período.

Às 19h, horário onde tipicamente aconteciam as atividades da Sala Tatuí, os editores da Lote 42 farão transmissões ao vivo de aulas voltadas para edição e produção de livros. A primeira delas aconteceu nesta segunda-feira (16) com Varella falando sobre mercado editorial e pandemia.

Nesta terça-feira (17), Cecilia Arbolave falará sobre a produção gráfica do livro Quando o sangue sobe à cabeça, de Anna Muylaert, mais recente livro do catálogo da Lote 42. Neste vídeo é possível conferir a impressão em serigrafia da capa, offset do miolo e o acabamento especial da sobrecapa, temas que serão abordados na transmissão. 

Acompanhe as dicas de leitura no site do Cultura Alternativa