Jazzmeia Horn tem que se libertar de Betty Carter

Jazzmeia Horn

Jazzmeia Horn tem que se libertar de Betty Carter

Ela canta muito, tem vibração, afinação, mas, tem que ser ela mesma para conquistar a todos.

Jazzmeia Horn. 

Descobri esta cantora quando recebi a divulgação dos shows no Lincoln Center em Março de 2020.

Fui pesquisar e senti que seu canto lembrava principalmente Betty Carter, de quem sou fã.

Observei e confesso que sua voz as vezes doía no meu ouvido.

Por exemplo Bobby Mcferrin escreveu uma nova linguagem para a voz percussiva que tinha All Jarreau como grande ícone.

Mcferrin tem sua linguagem, pulsação e respiração e creio que Jazzmeia tem que procurar isso.

Quem é Jazzmeia Horn?

Horn mudou-se para Nova York em 2009.

Ela frequentou a New School for Jazz and Contemporary Music.

Durante seu primeiro semestre em Nova York, ela formou um trio com Javier Santiago, Nadav Lachishe e Cory Cox.

Sua primeira participação em rádio ao vivo foi no outono de 2009 no programa de rádio Junior Mance WBGO em Newark, Nova Jersey, e ela também se apresentou no The Apollo, Ginny’s Supper Club, e o Metropolitan Room Horn recebendo muitos elogios dos críticos de jazz.

Em 2014, Horn fez sua primeira tournée innternacional na Inglaterra, França, Rússia, África do Sul e Áustria.

Ela foi destaque como uma das estrelas em South Australia’s Generations in Jazz 2017 cantando com artistas como James Morrison, Wycliffe Gordon, Gordon Goodwin e Ross Irwin entre outros

Em 2017, Horn também lançou seu primeiro álbum Intitulado “A Social Call”, foi classificado como o álbum número 1 de 2017 no site da JazzWeek.

A turnê do álbum a levou por todo os EUA, Ásia (Macau) e Europa (Londres, Paris e Milão).

“A Social Call” ganhou sua primeira indicação ao Grammy em 2018, ela se apresentou na 60ª Cerimônia do Grammy em 28 de janeiro de 2018 e foi recebida com muita admiração da plateia.  

Seu álbum seguinte, “Love & Liberation”, ganhou a Horn sua segunda indicação ao Grammy em 2020 para melhor álbum vocal de jazz.

Jazzmeia Horn

Jazzmeia Horn no You Tube

Jazzmeia Horn

Vamos ficar de olho

Tocamos e cantamos e não surgimos na música mundial, pois, ficamos 37 anos trabalhando para o serviço público brasileiro.

Nosso canal no You Tube é 

https://www.youtube.com/user/Producaonandrao

Abaixo interpretações recentes de 2020 que fizemos da MPB com quebras, erros e acertos para que você conheça nossa música.

Como músico não temos o direito de falar sobre Jazzmeia, mas, não somos profissionais.

Queríamos ser, mas, a vida não nos permitiu.

Como jornalista Jazzmeia doi as vezes no ouvido, trabalha bem a afinação e diafragma, e precisa assinar sua música.

Não quero lembrar de nenhuma cantora quando ouvir Jazzmeia e sim dela, e apena ela, assim como Mcferrin me lembra só Mcferrin.

Vamos acompanhar de perto esta cantora, ela merece nossa audição.

Música

Música que ouvimos ao escrever esta matéria “One Thousand and One Nights” com Marc Johnson e Eliane Elias.

Sempre escutamos músicas ao escrever matérias jornalísticas para romper com o normal do jornalismo que é chato e informativo.

Temos que colocar emoção, quebrar o “lead”, mesmo que todos discordem, temos que ser e acontecer.

Veja o bit da canção que foi o fundo desta matéria, eles brincam com o som e arrasam.

Abaixo o som que peguei do Spotify, creio que você tem que ter o Spotify para ouvir, procurei no You Tube, mas, não encontrei.

Anand Rao

Editor do Cultura e Músico com vários CDs publicados

Ouça os CDs no Spotify