Jô, lembrando de momentos contigo

Jô Soares - Site Cultura Alternativa

Jô Soares não morreu

De forma nenhuma. Seu legado é tão grande que ele vive eternamente.

Sua história é permanente e a forma como ele nos enriqueceu com sua alegria, entrevistas, ficam infinitamente guardados no nosso coração.

Meu pai, eu e o Jô

Quantas vezes juntos à noite. Eu e meu pai nunca gostamos de piadas infames. Ele sempre fez, através da redação de Max Nunes, piadas inteligentes. Seus personagens, os programas, eram fantásticos.

Sinto pena dos mais jovens que perderam este mestre que fez com que nossa vida ficasse mais leve.

Eu e meu pai somos pessoas cujo sorriso nasce com facilidade.

Jô Soares não morreu

Entrevistas

Quando ele admirava o entrevistado, ficava em silêncio. Quando notava que ele era fraco, tripudiava.

Assisti tantas vezes no calor da meia noite suas entrevistas. Aprendi tanto com ele. Ele foi um professor para mim.

Nossa editora, Messias e a família

Neste momento em que relatamos nossas convivências com o Jô, espero que ela nos conte um pouco de sua história com ele. Se ela não contar, saibam, todos nós convivemos com o Jô.

Os programas as segundas feiras eram assistidos em família no sofá, todos juntos nos tempos que não existia eletrônicos.

Por Agnes Regina

De Madrugada

Todos os dias de madrugada faço o relatório Mídia e Ideias. Um dos alertas me informou da sua vida infinita.

Fiquei emocionado, quem não ficou? Uma pessoa famosa quando se torna eterna deixa saudades e Jô deixou. Deixou o país mais triste, mas, todos hão de lembrar o quanto ele nos fez feliz e ao lembrar ele estará vivo.

Teatro

Assisti “Viva o Gordo, Abaixo o Regime”, título sugestivo para um monólogo que criticava com humor a política da época. Assisti e me contagiei.

Emagreceu

Quando ele emagreceu, ninguém gostou, e ele engordou. Um artista é isso, vive para seu público.

O Cultura Alternativa

O Cultura divulga o lado B da vida e Jô abriu as portas para inúmeros comediantes, para a difusão de pessoas famosas e não. Na verdade, ele transformou o lado B em A, ele foi classe A.

Ouça

Música que fiz para o Jô “Saudades do Jô”

Saudades do Jô – Letra e Música de Anand Rao

Editor Chefe

Cultura Alternativa

O Escritor

Sobre este não podemos falar, nem vamos publicar sua biografia, queremos apenas lembrar dos momentos em que estivemos juntos. E tem uma passagem ímpar na família trapo, onde ele e Golias recebem Pelé, inesquecível.

E mais, eu sempre fui muito gordo e só agora emagreci, ele tinha um personagem onde era gordo, mas, conquistava as mulheres mais lindas. Este personagem elevou minha autoestima.

Curta a entrevista dele no Provoca

Anand Rao

Editor Chefe

Cultura Alternativa

Cultura Alternativa