Luz que nunca apaga, não há ninguém em casa!

luzes acesas

Luz que nunca apaga, não há ninguém em casa!

Na época do ano em que grande parte das pessoas se programa para as viagens de verão em família, não cabe levar na mala, preocupação. Afinal de contas, bom viajar é garantir o lazer e a tranquilidade das famílias e das suas residências, pois, elas retornarão.

Luzes acesas

Por isso, algumas medidas, recomendadas por especialistas, são essenciais para garantir a segurança nas férias, manter a casa protegida enquanto a família estiver fora, e assim se livrar de possíveis oportunistas, que sempre estão à espera dos menos avisados.

Uma das coisas mais importantes, entre todas, diz respeito à iluminação. Ainda tem gente que acredita na velha fórmula de deixar luzes acesas para indicar que existe alguém em casa. Mas não. Em primeiro lugar, do ponto de vista da economia, essa medida aumenta o consumo, e talvez, ao retornar, você não goste da conta que vai encontrar.

E mais, todos os especialistas são unânimes em dizer que luzes acesas em tempo integral tornam-se mesmo um chamariz para ladrões, pois eles costumam observar as residências antes de suas investidas. Uma luz que nunca apaga é sinal de que a família está longe, e o assaltante se sentirá mais tranquilo.

O ideal, e seguro mesmo, é instalar temporizadores, e programa-los para que liguem as luzes no início da noite, e as apaguem no início da madrugada. Retire todos os aparelhos eletrônicos da tomada, consuma todos os alimentos da geladeira e desligue a campainha. Pronto! Se for assim, pode viajar tranquilo!

Especificamente sobre essa época do ano, em que as luzes de natal são essenciais para a festa, essas mesmas, que em hipótese alguma, podem ficar acesas nos casos em que ninguém for ficar em casa. Eles requerem muitos cuidados e vigilância constante, alertam os especialistas em segurança.

Além do básico, que é a questão da fiação, normalmente muito frágil, da sobrecarga de tomadas, do local por onde a fiação vai passar para que não tenha contato com água ou com materiais inflamáveis, os especialistas recomendam a procura por iluminação em LED, por serem mais seguras e não esquentam.

É o caso em que, literalmente, o barato pode sair caro, pois o risco de incêndio com essas pequenas luzezinhas é muito grande. E para quem não vai viajar, é importante pensar na própria segurança, e também na segurança de crianças e de animais de estimação, que por desconhecer o risco, podem manusear indevidamente as instalações, comer fiações, nos casos dos pets, e potencializar o risco de pequenos curtos, prejudiciais a eles, e capazes de causarem grandes dores de cabeça.

Ainda sobre a segurança daqueles que seguirão em férias, mais medidas básicas. Nem todos os vizinhos, nem todos os amigos, precisam saber que toda a família não está em casa.

Por isso, em tempos de redes sociais, muito cuidado com suas publicações, pois elas podem se tornar um radar para pessoas mal-intencionadas. Sem contar, que, mesmo sem más intenções, um vizinho pode espalhar a notícia de que você está fora, e a informação chegar a ouvidos não seguros.

Ou ao menos, informar sobre a viagem a alguém com quem se possa deixar um número de contato em caso de emergências. Trancas e cadeados são importantes, mas jamais deixe um portão fechado com um cadeado para o lado de fora, pois é um indicativo de que não há ninguém em casa, feche todas as portas e janelas, cortinas e persianas.

E se tiver joias, o ideal é deixa-las em cofre no banco, nunca em casa. Importante também lembrar de fechar registros de água e gás. Quando o assunto é segurança, medidas como essas fazem toda a diferença.

Redação Cultura Alternativa