Mani Carneiro compara resistência de uma flor à atual necessidade de amor

Mani Carneiro

Mani Carneiro compara resistência de uma flor à atual necessidade de amor, em clipe com Alessandra Leão

Cantor e compositor pernambucano lança “Esta Flor”

O amor como uma resposta aos tempos de ódio. Ao olhar para uma flor amassada, o cantor e compositor pernambucano Mani Carneiro sente que é possível perdurar mantendo alguma beleza. É com esse pensamento em mente que ele lança o single “Esta Flor”.

A faixa, que antecipa o clima de novos trabalhos do artista, conta com a participação especial de  Alessandra Leão nos vocais e percussão e está disponível em todas as plataformas de música digital e também como um clipe.

Mani Carneiro

Veja “Esta Flor”:

Mani Carneiro tem uma carreira de quase duas décadas, em sua trajetória solo ou ao lado da consagrada banda As Parêa, que o levou a palcos do Brasil e outros países como França, Argentina e Congo, além de encontros com grandes músicos.

O último trabalho do artista foi o EP “Canções Para…” (2018), com influência da música popular e do eletrônico de Vangelis e Kraftwerk. O novo single busca propor um olhar diferente para os períodos de muitos conflitos.

“‘Esta Flor’ trata do duelo e simbiose entre sutileza e intensidade de um amor que resiste ao tempo e às adversidades. Em épocas de revisão existencial dos contextos sociais, o amor pode ser o melhor símbolo e ferramenta de resistência e transformação desde o indivíduo ao seu par, ou do coletivo ao planeta. Pode amassar, mas não perde a cor! Na delicadeza e força de uma flor, a natureza dá o seu recado e continua ensinando”, conta Mani.

Com uma sonoridade que une texturas rústicas a sofisticadas, como tambores, piano Rhodes, sopros e batidas eletrônicas, o single tem produção e mixagem de Carneiro e masterização do vencedor do Grammy Latino Bruno Giorgi. A canção ainda conta com um time de músicos de peso, incluindo Alessandra, conterrânea de Mani.

“Alessandra é uma riqueza da aura-música. Acompanho seu trabalho há bastante tempo. Somos da mesma geração de artistas pernambucanos que saem dialogando com o mundo afora, experimentando, levando e pensando arte. Ela não só topou, para a minha alegria, como também trouxe seus brilhantes companheiros de batuque, Abuhl Júnior e Maurício Badé, este que por sua vez sentiu que cabiam metais ali. E assim vieram os especiais Marlon Sette no trombone e Reinaldo Seabra na tuba, fechando o pacote de gente boníssima envolvida na construção desse single”, anima-se o cantor.

As gravações aconteceram nos estúdios YB Music (SP) e Caldeira7 (RJ). O vídeo foi dirigido por Fernando Cirillo, que já havia trabalhado com Mani no single “Depois de Agora”. “Esta Flor” está disponível em todas as plataformas de música digital.