Medo de Andar na rua na Asa Sul em Brasília

Medo de Andar na rua - Site Cultura Alternativa

Medo de Andar na rua na Asa Sul em Brasília

Cheguei de várias viagens pelo Brasil. Estou renovando meu visto para seguir para os Estados Unidos.

Depois, de ver o caos na Europa, nos aeroportos, resolvi viajar no meu país e me encantar com seu povo, locais e magias pós pandemia.

Confesso. Estou em choque com o que vi.

Pobreza

Muitos veículos de comunicação revelaram o aumento da pobreza. Não acreditava. Sei que jornalista gosta de manchete e faz uma tempestade num copo d’água.

Me enganei. Eles estão certos. Fui muito para o Rio e São Paulo. E o Rio, mais do que São Paulo, está devastado.

O centro de todas as cidades retém os excluídos da sociedade. O número de aumentou e muito.

Medo de Andar na rua

Experiência na 206 Sul

Cheguei, depois, de viajar um semestre ficando em Brasília só no final de semana. Encontrei moradores em cabanas de plástico na frente da Escola Classe, que alternam os dias em que ali moram, dependendo do que contabilizam em esmolas e doações.

Fui à sauna e na volta tive que aguardar um grupo de quatro adolescentes suspeitos, atravessando fora da faixa. Eles me pararam e riram.

Peguei minha esposa e fui ao supermercado, pertinho de casa. Um rapaz embriagado tentava sair com um produto sem pagar e ao devolver, visivelmente alcoolizado e nervoso, saiu supermercado afora.

Ao chegar em casa, o mesmo rapaz do supermercado, mijava na grama na passagem dos carros sem nenhuma preocupação se o corpo e suas partes íntimas estavam visíveis ou não.

O que está acontecendo?

Creio que a queda do poder aquisitivo, a libertinagem em vez de liberdade, aumentaram. Não sabemos mais como nos expressar quando consideramos algo incorreto.

Se falamos muitas vezes, de forma estranha, somos considerados intolerantes e preconceituosos. Não sei mais como agir. Então, prefiro escrever e cabe a você leitor, analisar, questionar, discordar ou concordar.

Liberdade de expressão

A liberdade de expressão, salvo engando, ainda é respeitada no país. E declaro aqui minha tristeza e preocupação em sair às ruas.

Tristeza, por ver o povo empobrecendo, ver o que está acontecendo “in loco”. Preocupação ao ver a sociedade perdida nos diversos caminhos que tem a seguir.

Agravante

Notamos uma crescente no aumento do medo, após, a inauguração da estação de metrô. Muitos podem considerar esta parte do artigo intolerante e preconceituosa, mas, estamos apenas redigindo o que notamos e sentimos com todo respeito à inclusão.

Medo de Andar na rua

Momento de mudança

O momento é de mudança. Portanto, peço mais harmonia e compreensão na sociedade. E aos governantes, que priorizem o equilíbrio e não a polarização. Do equilíbrio, nascerão ideias inovadoras, e unidos, poderemos vencer o momento difícil do pós pandemia.

Sei que esta solicitação soa como clichê, mas, é o único caminho que vejo para o presente.

Quem sabe no futuro, possamos ter ideias inovadoras, pois, o momento atual requer muita reflexão, questionamento e ação, em pról da harmonia e de menor desigualdade no país.

Anand Rao

Editor Chefe

Cultura Alternativa

Cultura Alternativa

ARTIGOS DE ANAND RAO