Meu nome é sara #Cinemaemcasa

Meu nome é sara

Meu nome é sara

Baseado em fatos reais, o filme traz para o cinema a vida de Góralnik, uma polonesa, judia, cuja família inteira foram morta pelos nazistas quanto ela tinha apenas 13 anos de idade.

Depois de fugir para a Ucrânia, usando a identidade roubada de uma amiga, ela é acolhida por um casal de fazendeiros em uma pequena vila.

Tudo parece correr bem para o recomeço de Sara, mas ela descobre que seus novos amigos possuem segredos sombrios e, para manter seu disfarce e sobreviver, ela terá que lidar com toda a tensão da situação.

Só conhece a Netflix ? Conheça outros streaming diferentes

JÁ NAS MELHORES PLATAFORMAS DIGITAIS

#FIQUEEMCASA

Now https://bit.ly/meunomeesaraNOW

Looke https://bit.ly/meunomeesaraLOOKE

Google Play https://bit.ly/meunomeesaraGOOGLEPLAY

Vivo Play https://bit.ly/meunomeesaraVIVOPLAY

Microsoft https://bit.ly/meunomeesaraMICROSOFT

iTunes https://bit.ly/meunomeesaraITUNES

Meu nome é sara

Assista ao trailer:

CRÍTICA

O período da Segunda Guerra Mundial está repleto de relatos de dramas de sobrevivência com grande potencial dramático para representações ficcionais. Em Meu Nome é Sara, o cineasta norte-americano Steven Oritt apresenta a dramatização de um destes relatos, protagonizado pela personagem do título, a jovem judia Sara Guralnick (Zuzanna Surowy).

Após se separar do irmão em uma fuga pelas florestas da Ucrânia, em 1942, Sara – assumindo a identidade de uma amiga, Mania Romanchuck – é acolhida pelo casal Nadya (Michalina Olszanska) e Pavlo (Eryk Lubos), que lhe oferece comida e abrigo em troca de auxílio nos afazeres de sua fazenda e nos cuidados com seus dois filhos pequenos.

A partir daí, inicia-se a jornada, marcada por inúmeras adversidades, pela manutenção de seu segredo, e por consequência de sua vida, ao mesmo tempo em que adentra a intimidade de seus empregadores, que também escondem segredos próprios.

Critica do Papo de cinema

𝕲𝖔𝖘𝖙𝖆 𝖉𝖊 𝖋𝖎𝖑𝖒𝖊𝖘?