Meu, seu, nosso dia das crianças

Dia das Crianças

Meu, seu, nosso dia das crianças. Porque esse título? Porque são diversas as nuances deste dia. Algumas são pobres, outras ricas, outras separadas dos pais, outras moram numa família feliz.

Vamos tentar abordar a questão de forma alternativa e incomum. Tentaremos traçar novas ideias diferentes das tradicionais sobre os temas.

Crianças Separadas dos Pais

Este é um grupo que muitas vezes sofre, outras não. Depende da inteligência e ação dos pais. Quando o processo de separação é litigioso, a criança serve de moeda, de adesão, de reação, de utilidade para a alienação parental.

É muito doloroso este processo e a criança sofre muito.

Mas, a separação sendo consensual. A criança, de forma inteligente, sabe que vai receber dois presentes, dois dias especiais, com um e outro. Ela não é utilizada nem por um e nem por outro membro do casal separado que sabe que a harmonia sexual, companheira, acabou, mas, não a materna e paterna.

Criança e União Familiar
Criança e União Familiar

Crianças em um família unida

Quando a família é unida, a tranquilidade é maior. Muitas vezes há apenas aquela gentileza exacerbada dos pais, avós, tios e todos em comunhão fazem com que a criança se torne mimada. Outras vezes, ela é feliz e capacitada e será vitoriosa na vida.

Isso não quer dizer que filhos de casais separados não sejam vitoriosos, mas, estes que são filhos de uma família unida, com certeza, sofrem menos.

Harmonia
Harmonia

Meu, seu, nosso dia das crianças

Crianças Pobres

A pobreza gera grandes mulheres e homens. A pobreza, quando é fator de indignação, de luta, é espetacular. Mas, também gera viciados, problemáticos, e se não for percebida como uma forma incrível de energizar sua vida, levará a mesma ao caos.

Temos exemplos de pessoas pobres que foram bem sucedidas. Agora no dia da criança, a criança não inventiva e pobre, provavelmente, vai sofrer mais do que a que possui condições financeiras.

Crianças Com Grana

As que têm dinheiro tem que tomar cuidado para não se perder. Se possuírem micro visão, podem seguir pelo caminho da arrogância e falta de percepção de mundo. Podem sentir que tudo está a seus pés, e vencer na vida, é descobrir-se e encantar-se com seus dons.

Muitas vezes a grana cega. Outras não. Depende da criação e macro visão dos pais para a criança perceber seu mundo de forma ímpar.

A Grana muitas vezes cega.
A Grana muitas vezes cega.

Meu, seu, nosso dia das crianças

Adultos e Idosos Crianças

Eu creio, ainda não tenho certeza, que sou um adulto. Meu coração é infantil, minha experiência não. Aos 60 anos me sinto um aprendiz, uma criança madura.

Outros, aos 90, se tornam crianças e não conseguem mais gerir suas finanças, muitas vezes porque se acomodam ou querem mesmo desistir de gerir-se. Outras vezes porque filhos com percepção maior, inclusive com relação aos irmãos, começam a gerir a economia da família. Esses são literalmente os idosos crianças.

Crianças Adultas e Idosas

Esse é um caminho difícil e desgastante quando a criança chega à adolescência e fase adulta. Aquelas que na fase infantil têm ações adultas ou idosas, geralmente, têm problemas psicológicos depois, isso é fato.

Mas algumas sabem direcionar esse dom ou pesadelo por caminhos harmônicos e vencem com facilidade todas as intempéries da vida.

Crianças Adultas Idosas. Idosos adultos crianças.
Crianças Adultas Idosas. Idosos adultos crianças.

Meu, seu, nosso dia das crianças

Somos todos crianças

Somos todos crianças, uns mais, outro menos, mas, todos nós temos um lado infantil.

Em sendo assim, comemoremos com vigor, fervor, paixão e amor, nosso dia das crianças e sejamos felizes.

Anand Rao

Editor do Cultura Alternativa