MoMA – NYC Reabre após reformas

MoMA - NYC

MoMA – NYC Reabre após reformas. O Cultura Alternativa estará em Manhattan participando das comemorações e novidades.

Com galerias e espaços ampliados para apresentações ao vivo, criação de arte e conversas.

No próximo dia 21 de outubro, o Museu de Arte Moderna de Nova York, o MoMA, abre suas portas ao público após quatro meses fechado para reforma.

Em sua reestreia, o museu deve impressionar: os 450 milhões de dólares gastos ampliaram a área total do museu em cerca de 30%, chegando a 15.329 metros quadrados. Com isso, ele conseguirá exibir em torno de 2.400 obras ao mesmo tempo, contra as 1.500 de antes da reforma.

Desde 1939 no atual endereço, no centro da ilha de Manhattan, o MoMA – NYC passou por reformas em 1950, 1962, 1980 e 2001. Tudo para acompanhar o crescimento de seu acervo e o aumento do número de visitantes (em 2018, foram mais de 3 milhões de pessoas, de 56 países diferentes).

MoMA – NYC

Desta vez, expandiu em um terço seu espaço, no total de 15.329 metros quadrados, e poderá expor cerca de 2.400 obras por ano, contra a média atual de 1.500, relatou à imprensa o diretor Glenn Lowry. Pela primeira vez, as obras serão apresentadas por temática, e não pela época em que foram criadas.

Também haverá mais luz natural no museu. Lowry afirma que a nova disposição reflete a filosofia do primeiro diretor do museu, Alfred Barr. “Barr o imaginou como um laboratório, para o qual o público foi convidado.

Uma das novidades do novo MoMA – NYC é a exposição “Sur Moderno: Journeys of Abstraction” (Sul Moderno: Viagens pela Abstração), criada a partir da importante coleção Patricia Phelps de Cisneros, doada ao museu ao longo dos anos.

O museu também irá abrir mais cedo – às 10h – e vai permanecer aberto até as 21h na primeira quinta-feira de cada mês.

redacao cultura Redação Cultura Alternativa