O cantor e compositor Noel Rosa

O cantor e compositor Noel Rosa

Noel Rosa (1910-1937) foi um compositor, cantor e violonista brasileiro. Um dos mais importantes artistas da história da música popular brasileira.

Em pouco tempo de vida compôs mais de 300 músicas, entre sambas, marchinhas e canções.

Entre suas músicas destacam-se, “Com Que Roupa”, seu primeiro sucesso, “Conversa de Botequim”, “Feitiço da Vila” e “Fita Amarela”. Ficou conhecido como “O Poeta da Vila”.

 

Noel Rosa – Vida

Noel Medeiros Rosa (1910-1937) nasceu no bairro de Vila Isabel, Rio de janeiro, no dia 11 de dezembro. Filho do comerciante Manuel Medeiros Rosa e da professora Marta de Medeiros Rosa foi aluno do tradicional Colégio São Bento. Muito cedo aprendeu a tocar violão e bandolim.

Em 1930 ingressa na Faculdade Nacional de Medicina mas depois de dois anos abandona o curso. Já estava envolvido com a música e a boemia. Formou junto com os músicos Almirante, Braguinha, Alvinho e Henrique Brito, o conjunto Bando de Tangarás.

Entre os anos de 1930 a 1937, Noel compôs mais de 300 músicas, entre sambas, marchinhas e canções. Entre seus sucessos destacam-se, “Com Que Roupa”, seu primeiro sucesso, “Conversa de Botequim”, “Feitiço da Vila” e “Fita Amarela”.

Entre os interpretes de seus sambas estão: Aracy de Almeida, Francisco Alves e Mário Reis. Mestres da Música Popular Brasileira como Chico Buarque de Holanda e Paulinho da Viola, fazem questão de realçar a influência que Noel Rosa teve em suas músicas.

Em 1934 casa-se com Lindaura, moça da alta sociedade, mas tinha várias amantes e passava noites pelos cabarés do bairro da Lapa, no Rio de Janeiro, cantando, bebendo e fumando.

Acometido de tuberculose, foi para Belo Horizonte para tratamento de saúde. Na volta para o Rio de Janeiro, achando-se curado, volta a vida boemia.

Noel Rosa foi homenageado em filmes e peças de teatro. Em 2010 a Escola de Samba Unidos de Vila Isabel, apresentou o enredo do carnaval com o samba Noel: A presença do Poeta da Vila, de autoria de Martinho da Vila.

Noel Rosa faleceu no Rio de Janeiro (RJ), no dia 4 de maio de 1937.

Depois de sua morte, em 1937, ele estava fadado ao esquecimento.

Mas foi Aracy de Almeida, nos anos 1950, quem revisitou a obra de Noel Rosa, trazendo-o de volta à popularidade

.

  • Pastorinhas – Maria Bethânia

    Pastorinhas, por Maria Bethânia no DVD Brasileirinho.

  • Feitiço da Vila – Ivan Lins e Nana Caymmi

    Feitiço da Vila, por Ivan Lins e Nana Caymmi do disco Tributo a Noel Rosa.

  • Último desejo – Ney Matogrosso

    Último desejo, por Ney Matogrosso na turnê Canto em Qualquer Canto.

  • Com que roupa? – Noel Rosa

    Com que roupa?, por Noel Rosa, é uma das mais revisitadas entre o repertório do poeta da Vila.

  • Rapaz Folgado – Aracy

    Rapaz folgado por Aracy de Almeida no disco Noel pela primeira vez. A música foi escrita por Noel depois de uma briga com Wilson

  • Três apitos – Zélia Duncan

    Três apitos, por Zélia Duncan.

  • Gago apaixonado – João Bosco

    Gago apaixonado por João Bosco na coletânea Songbook.