O fim da livraria física e o sucesso da livraria virtual

O fim das Livrarias Físicas. Livraria Virtual.

O fim da livraria física e o sucesso da livraria virtual

 

Acabou. Livraria Cultura e outras do gênero. Acabou. Claro que não, começou. Você tem que ter uma boa internet para tudo hoje em dia. Abra um vinho, se delicie com sua playlist da Spotify e compre o livro que quiser via internet.

 

O fim das livrarias físicas – Novos conceitos

Alguns vão dizer, mas, eu gosto de folhear o livro, sentir o cheiro do papel, isso acabou. Você vai buscar o livro em PDF.

Mas, eu gosto de paquerar no café da livraria, isso acabou. Acabou nada, hoje você vai paquerar no Facebook, via “live”, é simplesmente genial, as “lives” pode ser públicas ou privadas.

Tudo mudou e se você não acompanhar a mudança vai entrar em depressão, vai ficar em solidão, vai ser excluído, ou vai fazer parte do grupo dos que reclamam de tudo e não se adaptam à modernidade.

 

Livraria Virtual – Novos Rumos

Hoje, você ganha bônus ao comprar na livraria virtual para poder usar na próxima compra. Você não precisa entrar no trânsito, o livro chega na sua casa. Você não corre risco de ser assaltado. As embalagens são muito boas, os livros chegam bem, o mundo mudou.

 

O fim das livrarias físicas – A Livraria Cultura

Diz a Cultura.

“Com este movimento, a empresa segue rigorosamente o plano estratégico traçado para os próximos anos: manter unidades com boa performance, enriquecer cada vez mais a experiência do cliente em loja e crescer significativamente no e-commerce.

Diante do cenário de incertezas no país, não podemos ser irresponsáveis a ponto de manter lojas deficitárias. Portanto, como já é de conhecimento público, tomamos a decisão de trabalhar com poucas, mas ótimas lojas físicas em diferentes cidades, na busca contínua de um serviço impecável ao consumidor.

Num mundo cada vez mais conectado, consumidores em qualquer parte do Brasil ou do mundo podem comprar pelos canais de e-commerce. Dentro desse contexto, nossas lojas físicas vão se diferenciar, cada vez mais, como pontos de lazer, entretenimento & consumo cultural, entregando aos clientes algo que vai muito além de produtos: experiências que transformam.”

 

Livraria Virtual – Livraria Saraiva

A Saraiva informa que, ante os desafios econômicos e operacionais do mercado e indicadores que retratam uma mudança na dinâmica do varejo, tem tomado uma série de medidas voltadas para a evolução da operação e perenidade do negócio.

Em linha com sua estratégia, as iniciativas refletem um esforço da companhia em obter rentabilidade e ganho de eficiência operacional, dentro de uma estrutura mais enxuta e dinâmica. Nesse sentido, as medidas adotadas pela companhia incluem o fechamento de algumas lojas. Com este movimento, a empresa dá continuidade ao seu plano de transformação, que inclui aberturas, reformas e fechamentos de unidades, a fim de manter sua operação saudável e cada vez mais multicanal. A empresa inaugurou neste ano quatro lojas dentro do novo conceito nas cidades de Cuiabá (MT), Rio de Janeiro (RJ) e Olinda (PE).

A empresa continua a investir em seu futuro e reforçará sua estratégia voltada para o digital, com uma operação, cada vez mais, omnichannel para atender seus clientes em todas as plataformas, e passa a contar com 84 lojas físicas e e-commerce. Este último, com crescimento significativo nos últimos anos, alcançando 38,4% do total de vendas da companhia no segundo trimestre de 2018. Esse resultado reflete o investimento na transformação do negócio, com ações interativas e a integração de novas soluções que trazem mais agilidade e consistência aos dados obtidos, melhorando a experiência em nosso canal e-commerce.

Além disso, a empresa focará seu negócio no mercado de livros, que representa a essência da companhia e é hoje a categoria mais vendida pela rede. Complementar ao universo de leitura continua a ofertar produtos de papelaria, games, filmes e música. Com isso, os itens de tecnologia, que incluem telefonia e informática, passarão a ser vendidos no modelo de negócio de marketplace próprio, que atualmente já opera integrado ao nosso e-commerce.

Dentro do marketplace conseguimos com uma curadoria ampliar o sortimento de produtos. Esta operação é parte da transformação digital da companhia, que vem agregar uma experiência ainda mais qualificada e inclui categorias de produtos complementares e em sinergia ao negócio, como smartphones, computadores, brinquedos, artigos de decoração, entre outros.

Somos uma empresa com 104 anos e uma das maiores redes varejistas de educação, cultura e entretenimento do país. Estamos presente em 17 estados brasileiros e no Distrito Federal, além da operação de e-commerce que cobre todo o território nacional. Somos participantes ativo da vida das pessoas, de crianças, jovens a adultos. Acreditamos na transformação por meio do acesso à cultura e educação e reforçamos a nossa crença de ter a leitura como um dos pilares essenciais para o desenvolvimento do Brasil.

 

O fim das Livrarias Físicas – Euzinho

Euzinho vou abrir um bom vinho e comprar livros via internet, não esquecendo dos queijos para acompanhar.

 

Livraria Virtual – O fim do emprego

Aí concordo. Estamos todos lascados, cada vez mais menos mercado, menos emprego. Ou então, não concordo, estude, principalmente tecnologia de informação e seja destaque no mercado.

Ser ou não ser, eis a questão?

 

Anand Rao

Editor do Cultura Alternativa

https://culturaalternativa.com.br/