O Irlandês, novo filme de Martin Scorsese

O Irlandês

O Irlandês, novo filme de Martin Scorsese, tem recebido elogios entusiasmados dos críticos — sua duração de 3h30, no entanto, assustou parte do público

 O filme é a mais nova obra de Martin Scorsese. Para alguns críticos é um dos melhores trabalhos do aclamado diretor e até considerado o filme do ano.

O Irlandês

“Contado através da perspectiva do veterano da Segunda Guerra Mundial Frank Sheeran, um assassino profissional que trabalhou ao lado de algumas das personalidades mais marcantes do século 20, o filme aborda um dos grandes mistérios da história americana – o desaparecimento do lendário líder sindical Jimmy Hoffa – e se transforma em uma jornada monumental pelos corredores do crime organizado: seus mecanismos, rivalidades e associações políticas”, diz a Netflix.

Assista o trailer:

O Irlandês – Livro

Livro que deu origem ao filme “O Irlandês” é relançado

Obra que inspirou Scorsese se torna um clássico junto ao anúncio de estreia do longa

Notável diretor de cinema, o norte-americano Martin Scorsese inspirou-se no livro O Irlandês escrito por Charles Brandt para dar-lhe vida nas telas de cinema.

A história, lançada em 2005 nos Estados Unidos e em 2016 no Brasil, ganhou uma nova capa e será relançado pela editora Seoman em conjunto à estreia do filme neste mês de novembro.

Apesar de se tratar de uma trama atual, filme e livro já ganharam ares de clássico e receberam críticas positivas por quem os lê e/ou assiste. Nomes como Robert de Niro, Al Pacino e Joe Pesci são os protagonistas deste drama policial que detalha o funcionamento da máfia americana.

O Irlandês

“Um filme
arrebatador, destinado a se tornar um clássico da literatura sobre crimes reais.”
The New York Times

O livro conta a saga de Frank Sheeran (interpretado por De Niro nas telonas), um veterano de guerra dividido entre dois trabalhos: ser caminhoneiro e assassino de aluguel preferido da máfia. Frank torna-se o principal suspeito quando Jimmy Hoffa (Pacino), o ex-presidente da associação sindical que ele agora comanda, desaparece sem deixar vestígios.

O Irlandês mostra a realidade do pós-guerra norte-americano dominado pela máfia. A partir de uma investigação minuciosa, o livro relata de forma precisa e impecável a forma como crimes eram encomendados – e executados – por matadores de aluguel sem que não fossem deixados vestígios.

“Contado de forma
realista e uma força literária de arrepiar.” – The New York News

A adaptação para o cinema teve custos de aproximadamente 160 milhões de dólares, onde a maioria dos recursos financeiros foram empregados em computação gráfica. O recurso foi usado especialmente para deixar mais jovens os protagonistas da trama, uma vez que a trama se desenrola pelo período de 4 décadas.

Repaginado em sua capa e diagramação, a nova versão em português de “I Heard You Paint Houses” (expressão usada para se referir ao matador de aluguel que, ao assassinar alguém, espirra o sangue das vítimas nas paredes e piso) é um livro com o poder de prender a atenção do leitor por toda a trama. Um prato cheio para os amantes de livros policiais e que falam sobre a hierarquia e atividades da máfia.

Redação – Cultura Alternativa

𝓐𝓬𝓸𝓶𝓹𝓪𝓷𝓱𝓮 𝓪𝓼 𝓷𝓸𝓿𝓲𝓭𝓪𝓭𝓮𝓼 𝓭𝓸 𝓬𝓲𝓷𝓮𝓶𝓪