Passeios virtuais para conhecer São Paulo em um fim de semana

Passeios virtuais para conhecer São Paulo

Passeios virtuais para conhecer São Paulo em um fim de semana


Muitas cidades estão retomando as atividades, mas as atrações turísticas continuam fechadas na maior parte delas.


Maior centro financeiro do país, São Paulo também é um importante centro de turismo de negócios e recebeu, em 2018, 15,7 milhões de turistas, sendo 2,9 milhões de estrangeiros, segundo o Observatório do Turismo.

Além dos negócios, a cidade atrai por seus museus, cultura, lazer e gastronomia.

Embora fechados, é possível conhecer ou revistar virtualmente alguns pontos e atrações emblemáticos da cidade.

Passeios virtuais para conhecer São Paulo

Veja cinco deles:

Avenida Paulista – que tal começar esse passeio pela avenida mais conhecida de São Paulo?

Ela concentra badalação, cinemas, museu, centros culturais, dois parques – Trianon e Mário Covas – e muitos bares para jogar conversa fora.

Visita guiada ao MASP, Stopover da LATAM  O que fazer em São Paulo ?

Masp – já que estamos na Paulista, dá para aproveitar e dar uma passada no Masp e ver muitas das obras do acervo do mais conhecido museu de São Paulo e do país.

Fundado em 1947 pelo jornalista Assis Chateaubriand, foi o primeiro museu moderno do país. Sua coleção reúne mais de 9.000 obras. https://masp.org.br/acervo/explore

O Cultura Alternativa fez uma visita guiada ao MASP com Andrea Augusto Ronqui

Museu da Língua Portuguesa – mesmo fechado para reconstrução depois do incêndio que destruiu dois andares em 2015, o museu localizado no prédio histórico da Estação da Luz oferece um tour virtual no qual é possível conhecer sua exposição principal de antes do incidente.

Acho que te interessa - Visite o Museu da Língua Portuguesa

Passeios virtuais para conhecer São Paulo

Theatro Municipal – sobre o Theatro Municipal, inaugurado há 108 anos, vale transcrever o que está em seu site:

“A luxuosa construção, visivelmente influenciada por teatros de ópera da Europa, foi erguida como símbolo aspiracional da alta sociedade paulistana, que com a fartura do ciclo do café desejava uma casa de espetáculos à altura de suas posses e pretensões europeias para receber os grandes artistas da música lírica e do teatro”.

Por lá passaram Caruso, Nijinski, Maria Calas, Toscanini, Camargo Guarnieri, entre muitos outros. E ainda foi palco da Semana de Arte Moderna de 1922.

Memorial da América Latina – com um conjunto arquitetônico projetado por Oscar Niemeyer, é um centro cultural e de lazer inaugurado em março de 1989, na Barra Funda, bairro da zona oeste de São Paulo.

Em 25.210 metros quadrados de área construída, abriga salão, biblioteca, galeria, pavilhão e o auditório Simon Bolívar, que sofreu um incêndio em 2013. Recentemente, passou a receber um cinema drive-in. Em Explore, no site do Memorial, é possível conhecer seus espaço e acervo.

Viaje com o Cultura Alternativa