Pesquisa revela percepção dos consumidores sobre rotulagem nutricional de alimentos

rotulagem nutricional de alimentos

Rotulagem nutricional de alimentos

Pesquisa revela percepção dos consumidores brasileiros sobre rotulagem nutricional de alimentos

Cientistas avaliaram com consumidores quais esquemas de rotulagem são mais eficazes para informar a composição dos alimentos.

Nova rotulagem pode estimular a produção de alimentos mais saudáveis.

Resultados são capazes de subsidiar políticas públicas e orientar indústria de alimentos.

Rotulagem eficaz pode impactar na redução de doenças relacionadas à má alimentação, como diabetes, hipertensão e obesidade.

Semáforo, lupa, círculo, triângulo e octógono, pretos ou coloridos. Os alertas nutricionais frontais em alimentos industrializados foram implementados em vários países do mundo e estão prestes a serem adotados no Brasil.

Para subsidiar a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no processo de revisão do marco regulatório de rotulagem nutricional, uma equipe de cientistas realizou uma pesquisa com o público brasileiro.

O trabalho foi feito pela Embrapa Agroindústria de Alimentos (RJ) em parceria com a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e com a Universidad de la República (Udelar) do Uruguai, a partir de um edital conjunto aberto pela Anvisa e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Coordenado pela pesquisadora da Embrapa Rosires Deliza, o estudo buscou investigar o efeito de diferentes modelos de rotulagem nutricional na percepção do consumidor brasileiro sobre a saudabilidade de alimentos industrializados.

Foram usados diversos padrões de rotulagem frontal empregados em outros países (imagens). Os resultados foram publicados na revista científica internacional Food Quality and Preference (2020), sob o título “How do different warning signs compare with the guideline daily amount and traffic-light system?

Rotulagem nutricional de alimentos

Em síntese, as conclusões apontam que o uso de sinais familiares frequentemente usados para transmitir uma mensagem de alerta – como o octógono preto, triângulo preto e círculo vermelho – podem superar outros sinais gráficos desconhecidos, devido à capacidade de facilitar a interpretação das informações nutricionais pelos consumidores.

E, em relação à cor, os sinais pretos parecem exigir menos tempo para serem detectados quando incluídos nos rótulos coloridos dos alimentos, em comparação com os sinais vermelhos, por exemplo (veja os resultados no quadro).

Isolamento social: Como escolher alimentos que não estragam rápido?